A linguagem corporal na paquera

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

A linguagem corporal na paquera

Na rua, numa festa privada ou na balada, o flerte sempre acha seu espaço. Mas, às vezes, fica difícil sacar, à distância, se o gato encostado perto da porta ou na mesa ao lado está mesmo dando bola pra você. Afinal, a linguagem do corpo nem sempre é universal. Se ele pisca, bom, aí é sinal claro que está dando mole. Se fala pertinho do ouvido, aí já não vale se encantar de primeira. Pode ser que, por conta da música alta, ele tenha mesmo que se aproximar. Tudo por boa educação.

Numa conversa casual, alguns gestos podem dar a entender que o cidadão está louco para cair na sua rede. Se ele toca sua cintura, por exemplo, na hora de pedir licença, quis sim um contato diferenciado. Se ele não estiver minimante interessado, provavelmente não vá encostar em você.

Saber se portar, na hora da paquera, pode ser fundamental para passar a imagem correta. "Quanto mais você desenvolve a sua expressão corporal, incrementando sua linguagem ao se comunicar, melhora a leitura que você faz dos outros", avalia Sérgio Savian, estudioso das relações humanas, especialmente amorosas. Ele lembra que não há decodificação lógica, mas tudo no corpo fala um pouco sobre você. "A boca, o rosto, a postura, o jeito de se movimentar, sentar, andar, de pegar um copo, e até o corte de cabelo ou os óculos que usa expressam quem o sujeito é".

Esse jeito de se expressar e de ler os outros não é tarefa fácil e depende de muita observação. Vale tentar o básico, uma análise quase analógica, usando a comparação para determinar, por conta de algumas atitudes, se aquela pessoa, de longe é mais ou menos rude, mais ou menos delicada, por exemplo. "Você bate o olho e sabe que um homem é do tipo nerd ou se ele é sem vergonha", exemplifica Sérgio, autor do livro "Amor e Sedução para a Mulher do Século XXI (Jardim dos Livros, 2010). E dá uma dica a quem quer se aperfeiçoar na arte de impressionar pelo corpo. "É mais fácil você aprender linguagem corporal em uma escola de dança ou teatro. Ali sim você coloca em prática como incorporar um personagem. E quanto mais você faz isto, melhora sua capacidade de observar a persona dos outros também".

Alguns gestos significativos na paquera:

- Cruzar os braços em frente ao tronco é um sinal claro de que a pessoa está entediada, não quer se aproximar

- Passar a mão pelos cabelos é coisa de quem quer seduzir!

- Apoiar a cabeça não mãos, dependendo da maneira, pode significar interesse ou tédio. Fique de olho!


- Mãos no bolso indica que ele não está confortável na situação

- A postura erguida demonstra segurança e jeito de quem sabe o que quer

- Mãos na cintura denotam desafio

Por Sabrina Passos (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
 

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

casamentoorgasmofeticheorgasmo femininoclitórisprazeransiedadesexo analquadrinhos eróticosswingpompoarismovibradorfantasias sexuaissexo oralkama sutraejaculação femininasexo selvagemtabus sexuaisjogos eróticoscenas de amorbeijo gregoposições sexuais50 tons de cinza