Relacionamentos nascidos na Internet

Nos dias de hoje, é comum a aproximação de pessoas por meio da internet. O mundo virtual, repleto de comunidades, sites, salas de bate-papo e programas de conversação, facilita o contato entre pessoas de diferentes lugares do país e do mundo, que talvez nunca fossem se encontrar na agitada vida real.

Tem muita gente que consegue transformar esses encontros virtuais em namoros reais e até em casamento.

A jornalista Neizilane Ribeiro é um exemplo disso. Em um feriado com saída programada, seus planos foram por água abaixo e ela acabou se refugiando em um site de relacionamentos.

A jovem, de 23 anos, entrou na comunidade “Disponíveis no mercado” do site de relacionamentos Orkut e começou a participar de um fórum. O tópico era “Você beijaria a pessoa de cima?”. Neizilane olhou o perfil do rapaz, viu que ele era torcedor do São Paulo Futebol Clube e respondeu que sim, já que eles torciam pelo mesmo time. A pessoa em questão era o administrador Eduardo Fiori, que, ao ver a resposta, pediu o contato da jornalista no messenger.

Depois disso, eles passaram a conversar com freqüência, se conheceram pessoalmente e começaram a namorar. A coisa deu tão certo e a afinidade descoberta no mundo virtual entre Neizilane e Fiori se mostrou tão “real” que o casal oficializará a união no dia 21 de novembro do ano que vem.

Os noivos, unidos pela rede, tiveram outras oportunidades de se conhecer, mas o destino parece ter adiado o encontro. Primeiro, o rapaz estudou no colégio em que a jornalista tentou uma vaga e não conseguiu. Mais tarde, ele prestou vestibular para a mesma faculdade que a jovem, mas acabou se matriculando em outra instituição. Os dois também freqüentavam as mesmas baladas em São Paulo e nunca se viram.

“Com tantos desencontros ao longo da vida, o meio virtual veio nos dar uma ajudinha”, diz ela. O administrador tem certeza que, mesmo sem a ajuda virtual, eles ainda iriam se encontrar. “Nascemos um para o outro. O destino nos uniria de alguma forma”, declara o apaixonado.

A futura pedagoga Renata Coelho e o gerente de contabilidade Thiago Bueno, que são casados há um ano, também tiveram seu primeiro encontro em um site de relacionamentos. Bueno achou Renata no perfil de uma amiga que tem o mesmo nome que ela e se deparou novamente com ela quando entrou na comunidade “Renata’s”. Foi aí que ele adicionou a estudante de pedagogia em seu grupo de amigos, pediu seu messenger e passaram a conversar. No início, os dois ficaram amigos, mas Renata começou a sentir ciúmes de Bueno e decidiu se declarar. A recíproca foi verdadeira e eles iniciaram um namoro virtual, já que ela morava no Rio de Janeiro e ele em São Paulo.

Depois de quatro meses de romance, os namorados finalmente se conheceram pessoalmente. Para acabar de vez com o sofrimento devido à distância, eles decidiram se casar. “Namoro pela internet dá certo sim, é só ter muita força de vontade e paciência”, garante Renata, que se mudou para a capital paulista.

Apesar das histórias com finais felizes, se quiser apostar no Santo Antônio virtual, você deve tomar alguns cuidados. Marque sempre encontros em lugares públicos e nunca passe dados importantes para pessoas que não conhece. Quem sabe o amor da sua vida não está escondido na rede?

Fonte - MBPress

 

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

casamentoorgasmofeticheorgasmo femininoclitóristraiçãoprazeransiedadesexo analquadrinhos eróticosswingpompoarismovibradorfantasias sexuaissexo oralkama sutraejaculação femininasexo selvagemtabus sexuaisjogos eróticoscenas de amorbeijo gregoposições sexuais50 tons de cinza