Boneco sexual

Boneco sexual

Divulgação

Depois das bonecas infláveis e das de silicone, que parecem mesmo uma mulher de verdade, é a vez de Nick, Michael e Nate invadirem o mercado - e as camas. Os três são lançamentos da empresa americana "Real Doll", já consagrada com as bonecas, e têm tudo para ser o príncipe encantado de muita mulher. Só falta falar.

A novidade é o poder de customização. Basta acessar o site e começar a escolher o modelo ideal. É possível optar pelo corpo - mais magrinho ou mais forte - pela cor dos olhos e cabelo, pela tonalidade da pele e se quer barba ou não e, claro, pelo tamanho do pênis. Pode escolher até se quer que o mesmo seja preso no corpo do amante de plástico ou ainda soltinho, para ser usado sem o boneco, além de como (e de que cor) prefere os pelos pubianos. Tudo para montar o homem dos sonhos.

Os bonecos, que começaram a ser vendidos há dois meses, não são tão populares quanto às bonecas. Mas 10 já foram encomendados, todos para os Estados Unidos, apesar da empresa fazer negócio com a maioria dos países. Segundo a "Real Doll", o rosto mais popular é de Michael (foto). E quanto ao porte do corpo, foram vendidos cinco de cada.

Eles custam em média US$ 6 mil cada (cerca de R$ 12 mil) e são entregues de cuecas e uma regatinha. Por aqui, os bonecos ainda não chegam. "Não podemos enviar para os países da América do Sul devido às leis alfandegárias", informou a empresa.

Mas e se chegassem, como será que as mulheres reagiriam? O Vila Dois foi perguntar para algumas. E descobriu que, por aqui, homens de verdade, mesmo com tudo que a gente (às vezes) não gosta, não são substituíveis.

Boneco sexual

Divulgação

"Imagina um boneco assim, parado na sua frente. Das duas uma, ou eu morria de rir. Ou de tédio", disse Mariana, 27 anos. "Mesmo que eu perca a paciência com meu namorado às vezes, nunca o trocaria por um siliconado. É bizarro", opinou Fernanda, 24. "Sem preconceito, acho que o público homossexual pode até achar legal. Mas mulher, mesmo, gosta de homem de verdade", alfineta Paola, 31. "Acho interessante a possibilidade, não limitando aos homens a opção de ter um namoradinho inflável. Mostra ainda mais igualdade. Mas eu não dispenso uma boa pegada", confessou Martha, 30.


Parece que por aqui, Nick, Michael e Nate não fariam sucesso. A não ser que aprendessem a enlouquecer as mulheres.

Por Sabrina Passos (MBPress)

 

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

casamentoorgasmofeticheorgasmo femininoclitóristraiçãoprazeransiedadesexo analquadrinhos eróticosswingpompoarismovibradorfantasias sexuaissexo oralkama sutraejaculação femininasexo selvagemtabus sexuaisjogos eróticoscenas de amorbeijo gregoposições sexuais50 tons de cinza