Mitos e verdades sobre orgasmo

qua, 08/07/2009 - 05h03

Mitos e verdades sobre orgasmo

Sexo é um assunto que sempre levanta polêmicas, já que cada um tem suas experiências e consequentemente suas opiniões, assim, muito é falado e mitos acabam sendo criados. Para ajudar a desvendar o que é verdade e o que não é quando o assunto é orgasmo, a médica Urologista e Terapeuta Sexual, Sylvia Faria Marzano, dá algumas explicações importantes que podem servir até para melhorar a sua vida sexual. Confira:

Quem estimula é o responsável pelo orgasmo: Falso! Cada pessoa é responsável pelo seu próprio orgasmo. Precisa saber o que mais a excita e quais os pontos de seu corpo são responsáveis pela excitação e assim passar essa informação ao outro. Por isso é preciso buscar a parceria na relação sexual para a troca desta energia.

O orgasmo é sempre muito intenso: Falso! Muitas pessoas acham que ter orgasmo é ver estrelas, entrar numa outra dimensão cósmica, uma expressão violenta de sensações, euforia e desfalecimento. As sensações do orgasmo são variáveis de pessoa para pessoa. O orgasmo é o resultado de uma excitação crescente, tendo como resultado o clímax, onde está inserido entrega, sentimento e sensações. As sensações do orgasmo sofrem influência de fatores como emoções, sentimentos, orgasmos anteriores registrados na memória, ambiente, tempo e parceria sexual.

Receita de bolo para chegar até lá: Falso! É comum a procura pela mulher de uma solução rápida, eficaz e de sucesso garantido na busca do orgasmo, como uma receita pré-definida para todas as mulheres. O orgasmo é individual e a receita está na pessoa, na sua entrega, na cumplicidade, tendo como resultado uma excitação crescente até o máximo do prazer sexual.

O tempo para o orgasmo masculino e feminino são iguais: Falso! De maneira geral, a excitação crescente até o orgasmo na mulher é mais lenta. A mulher, na sua resposta sexual tem mudanças anatômicas na sua genitália para que possa ser penetrada sem dor. Desta forma, os tempos de orgasmo são diferentes. Muitas vezes em um encontro casual, a mulher pode ter um orgasmo dentro de poucos minutos, pelo fator fantasia do momento.

O orgasmo masculino é a ejaculação: Falso! O orgasmo e a ejaculação são respostas fisiológicas diferentes no homem. O orgasmo é uma resposta sensorial, enquanto que a ejaculação é a eliminação do esperma. No homem, geralmente eles acontecem simultaneamente.

Preliminares mais longas, orgasmos mais intensos: Falso! As preliminares são importantes para que a mulher chegue ao orgasmo, porém a intensidade do orgasmo depende exclusivamente da excitação, da entrega total ao momento erótico e de suas emoções.

Ponto G masculino e feminino: este conceito é muito questionado. Não há comprovação científica que ateste a existência do Ponto G masculino ou feminino, mas sim regiões que ao serem estimuladas favorecem o orgasmo. É importante saber que existem zonas erógenas, tanto na região genital como em todo corpo que proporcionam excitação, variadas de pessoa para pessoa. Para os homens as carícias na região perineal e anal podem estimular a próstata e favorecer a ereção. Para as mulheres o canal vaginal possui uma plataforma orgástica, região mais sensível ao toque logo nos primeiros centímetros, que participa efetivamente na elevação da excitação.

Todo ser humano é equipado biologicamente para ter um orgasmo: Verdadeiro! Salvo doenças que comprometem a resposta sexual, o nosso corpo está apto para o sexo e consequentemente para o orgasmo. O orgasmo depende mais de fatores emocionais, que promovem as mudanças físicas durante o prazer maior. Na dificuldade ou ausência do orgasmo, é necessário a busca de tratamento por um especialista, terapeuta sexual, para investigar as possíveis causas, físicas ou psicológicas.

mulheres que ejaculam: a ciência ainda não comprovou nada a respeito. O que acontece em alguns casos é que há algumas mulheres que se lubrificam mais do que as outras, pela atuação de glândulas no canal vaginal. Mas estas glândulas não são como a próstata e o canal seminal masculino que podem armazenar um liquido para depois jorrá-lo em determinado momento. Na mulher, estas glândulas assim que produzem o liquido para lubrificação, o solta, e isso é feito durante toda a relação.

Orgasmos múltiplos: eles existem e dependem do nível de estimulação durante a relação sexual.


Metade das mulheres para ter um orgasmo precisam de estimulação clitoriana: isso é perfeitamente normal e não se trata de um distúrbio. O orgasmo não depende da penetração para acontecer.

Por Larissa Alvarez

37 comentários no Vilaclub

Comente!
siyqbdxeso
dom, 24/11/2013 - 13h47 - reportar abuso

VilaMulher - Mitos e verdades sobre orgasmo siyqbdxeso http://www.g7k197a373gh17rv7us55t0dj8f0suf2s.org/ asiyqbdxeso [url=http://www.g7k197a373gh17rv7us55t0dj8f0suf2s.org/]usiyqbdxeso[/url]

responder ao comentário
Okra
sex, 04/03/2011 - 20h07 - reportar abuso

Pessoal me informe uma coisa a porrra feminina tem o mesmo cheiro da feminina ?? estou com essa duvida....

responder ao comentário
gustavo
qua, 03/11/2010 - 09h28 - reportar abuso

gozo acaba?

responder ao comentário
luis
sex, 19/02/2010 - 19h43 - reportar abuso

estou curiosa para asisti esse vide de mulhe ejaculando por vafor vc que tem mande pramim email;fonsecasilva1981@bol.com.br estou agradando......

responder ao comentário
MICHELLE valadares
quin, 18/02/2010 - 16h21 - reportar abuso

estou casada ha 3 anos mas so consigo gozar quando ele faz sexo oral em mim preciso de ajuda?

responder ao comentário
sandro carlos wostehoff
seg, 23/07/2012 - 18h42 - reportar abuso

parece loucura mas eu posso te ajudar sei tudo sobre sexo fantasia eróticas e traições entre no meu e mail que eu ajudo o caso de vocês lhe darei todas as dicas com bom relacionamento

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinzabeyoncé 50 tons de cinzabolo de cenourabolo de chocolatecabelos curtoscortes de cabeloescova progressivamaquiagemtrançasunhas decoradas