O tamanho do pênis faz diferença?

Qua, 13/02/2008 - 11h33

regua

Fisiologicamente o tamanho do pênis não é o principal responsável pelo prazer da mulher durante o ato sexual. A satisfação feminina depende da capacidade de relaxar a vagina durante a relação. O órgão genital da mulher tem em média dez centímetros de extensão e não precisa de algo grandioso.

Publicidade

Muitas mulheres têm mais sensibilidade no clitóris do que no interior no canal vaginal. Por isso, as trocas de carinho, a sensualidade e a intimidade são fatores muito mais importantes na hora da relação do que o tamanho do pênis do parceiro. A eficiência que poderá gerar o prazer.

Para a administradora de empresas Ellen Cruz, de 30 anos, o tamanho não faz diferença quando a mulher está envolvida emocionalmente com seu companheiro. “O toque, a química e a ‘pele’ contam mais. Agora, se for só para se ‘divertir’, aí o tamanho importa”, afirma ela.

A fisioterapeuta Bia*, de 29 anos, também não se importa com o tamanho do pênis do parceiro. Porém, “o homem de pênis pequeno fica com menos ‘sex appeal’”, declara.

* Nome alterado para manter a privacidade da entrevistada.

Fonte - MBpress

28 comentários no Vilaclub

Comente!
emerson emerson
Sex, 29/11/2013 - 12h42 - reportar abuso

Gostaria de conhecer alguém que de fato não se preocupe com o tamanho tenho um penis de 12 cm, e a minha esposa diz que não quer mais transar comigo por que não sente nada.

já durmo separado dela faz 3 anos. só estamos juntos por causa da minha filha e por que a casa é minha e ela não tem pra onde ir.

estou muito triste por que sinto muita falta de transar gostoso mas fiquei com trauma acho que vão rir do meu pau, sou emerson tenho 36 anos meu e-mail é: emersonsilvakalil@gmail.com

se você que gosta de pau pequeno e gosta de namorar bastante tiver interesse me procure desde que não me sacaneio se quiser eu mando foto antes.

emersonsilvakalil@gmail.com

responder ao comentário
zlknmrvjl zlknmrvjl
Dom, 24/11/2013 - 13h39 - reportar abuso

VilaMulher - O tamanho do pênis faz diferença?
zlknmrvjl http://www.gwi0zn33ewhl425502pv9976c6w8x7pys.org/
uzlknmrvjl
<a href="http://www.gwi0zn33ewhl425502pv9976c6w8x7pys.org/">azlknmrvjl</a>

responder ao comentário
Claudio F F Valle Claudio F F Valle
Dom, 17/11/2013 - 05h51 - reportar abuso

Acredito que a maior importância seja para nós homens. O modo como se sente decide a maneira de como vai lidar com situações, e até mesmo como vai lidar com as mulheres. Elas gostam de pênis grande sim, mas dentro de algo supostamente convencional, acredito. Além do mais não é a coisa mais importante nem de longe para elas. Mas... Para nós homens sim. O fato é que se temos algo igual ou acima de 20 cm, é um meio caminho para não ter pênis na cabeça a toda hora, e nos livrar de observações e críticas femininas, pelo simples motivo de termos a convicção de não estarmos em desvantagem doa a quem doer. Além do mais, se uma pessoa gosta de você, detalhes se tornam sem a menor importância. O importante é o que você acha, jamais os outros. Se tiver uma estima baixa, vai te comprometer em tudo. Isso tendo ou não pênis grande, convém lembrar!

responder ao comentário
tonho tonho
Qui, 12/09/2013 - 13h57 - reportar abuso

Bem. Estou rompendo um namoro de quase um ano por conta disso. Ela fez um comentário logo no início do namoro, durante uma transa, onde ela me pediu “pra ir mais rápido porque devagar ela não sentia nada”. Nos primeiros dias que se seguiram a esse fatídico domingo, eu quis saber e ela disse que com o ex, gozava rápido porque tinha mais pressão enquanto comigo,pedia pra eu ir mais rápido porque devagar ela não conseguia nem me sentir. Isso foi bem no começo, e confesso que nesse começo, ela de fato vinha tão excitada e tão dilatada pra transa que eu também não a sentia. Mas o dia da comparação me devastou, nunca mais consegui confiar, e sinceramente, não quero fazer nenhuma mulher frustrada.

Depois desse fatídico domingo (onde rolou o estresse na cama por causa disso, e começamos a chamar o episódio de fatídico domingo), ela passou,insistentemente e sempre que brigávamos, a argumentar dizendo que tamanho nunca fez diferença pra ela, que no começo da relação, ela vinha tão excitada que ela sentia que era como se perdesse a sensibilidade, como se ela ficasse anestesiada, como se tivesse vários platôs, perto do rgasmo, que não se completavam, e que ela nunca, nem uma vez ela havia ficado tão excitada assim com o ex com quem ela me comparou, e que ela achava que por isso, por essa excitação absurda que ela sentia, que ela na verdade não conseguia me sentir, e que isso não tinha nada a ver com a questão do tamanho.

Ainda durante o namoro, uns dois meses depois desse fatídico domingo, ela veio com outra: disse que tinha que admitir que nunca tinha gozado com ninguém. Ficou mais estanho ainda, lógico, pois primeiro ela diz que gozava rápido, depois diz que nunca gozou. Daí ela disse que o ex (com quem ela foi casada durante 13 anos) tinha ejaculação precoce e que ela nunca tinha tido períodos tão longos assim de relação como tinha comigo, entre 20 minutos a perto de uma hora.

Esse argumento não convenceu, como de nada mais eu me convenci. Perdi totalmente a auto-confiança, enquanto isso ela ia ficando cada vez menos excitada, pelo menos no início da transa. O fato é que apesar de não ter dificuldade pra gozar como ela tinha comigo, eu admito que nas primeiras
transas era pior mesmo, eu também não sentia ela direito, que coisa mais
estranha. Depois eu fui sentindo mais, mas obviamente o nível de excitação,
lubrificação e dilatação dela não era o mesmo, não era a mesma lubrificação e
nem a mesma dilatação de antes e nas poucas vezes que durante a transa ela ficava assim, bem excitada e bem dilatada, eu voltava a ter dificuldades em sentí-la também.

Daí mais uns meses se passaram, e ela resolveu dizer que estava conseguindo alcançar o orgasmo. Eu já não acreditava em mais nada, e isso não aliviou a situação, na verdade acho que piorou, pois eu considero que um casal que queria se acertar tem que estar disposto a dizer a verdade, se existe amor, a verdade não dói tanto assim. Mas como ela insistia em provar que seus risos de nervoso durante as primeiras transas e tudo o mais que contei aqui era coisa da minha cabeça, e eu não aceitava seus argumentos, e passei a ter ciúmes patológico. Nunca passei por isso antes, estou com 41 anos, tive várias namoradas, algumas muito bonitas, outras nem tanto, mas ela é o tipo de mulher que chama a atenção, alta, quadris largos, enfim, com todo o respeito a quem diverge, mas é aquele tipo de mulher grande e exuberante que dá pra ver que precisa de algo mais mesmo.

Bem, orgasmo com menos lubrificação e dilatação que antes? Eu me informei muito a respeito nos últimos meses... Sei lá, imaginem o tamanho da minha obsessão em ler a respeito de tudo o que eu pudesse por minhas mãos pra tentar entender, já que dela era cada vez um argumento...somem isso ao meu ciúme patológico, que sinto muito, gostei muito dela pra fazê-la sofrer. Imagine ter que aceitar que apesar do grande amor que eu sinto, e que ela aparentemente sente, já que tentou tanto se justificar pra continuarmos juntos, enfim, apesar disso, do sentimento que obviamente existe, eu ter de aceitar que não lhe dou assim tanto tesão. Que a maldição consiste em, se ela ficar excitada, molhada, dilatada como merece, não vai ter algo digno de preencher, por mais que quem está atrás do pau tenha disposição e saúde pra um bom sexo. Me sinto muito mal por quem é menos avantajado ainda do que eu, mas infelizmente, a verdade é que se até alguém com um pau de 15,5 por 14,5 ereto passa por isso, os caras abaixo da média nacional, que é 14x13, tem mais companhia do que imaginam.

Aqui, nesse meu post, apesar de durante muito tempo eu ter sentido raiva, não tem guerra dos sexos não. Sou bem mais homem do que um tamanho de pau deveria sugerir. Sou homem de assumir que não deu pra mim. Minha auto-confiança não se restaurou em quase um ano de relacionamento, e eu não sou homem de vê-la ficar a sofrer, na cama ou fora dela. Também não mais vou comprometer minha sanidade, meu tempo de trabalho, meu tempo com minhas filhas, meu esporte e tudo o mais que eu preciso me cercar pra me ajudar a segurar a onda agora. Ninguém vem ao mundo pra sofrer, nem pra fazer sofrer a quem não merece. Não é culpa de ninguém. Ela é ótima, ela é linda e merece ser feliz. E eu também.

Eu saio dessa história, no final das contas, sem saber no que acreditar. Só acredito, no meu coração, que estou fazendo a coisa certa, entre nós dois. Não sei se deveria relatar isso aqui, me preocupo muito com os caras devastados por esse tipo de problema, e também com as mulheres, incapazes de admitir a seus parceiros, por amor, que o sexo não é tão bom assim. Mas sou partidário da coragem, sempre fui, e da verdade. E da felicidade, principalmente a dois.

responder ao comentário
MARUJO MARUJO
Dom, 18/08/2013 - 21h17 - reportar abuso

Tenho um pênis de 18 x 8cm já tive muitas mulheres muito experientes e adoravam e as que tenho hoje não me larga por nada, estão muito satisfeitas.

responder ao comentário
Danilo Danilo
Qua, 14/08/2013 - 01h24 - reportar abuso

eu tenho 12 anos meus pais me falam muito sobre esse assunto, mais meu pênis mede apenas 5 cm ereto e com isso até pra tomar banho fico deprimido. O que eu faço?

responder ao comentário
marco marco
Dom, 14/10/2012 - 14h24 - reportar abuso

nao sei dizer tambem queria saber das mulheres oque elas acham eu tenho um de 14.5cm e nao sei se e um tamanho bom eu sou virgem ainda, mulheres oque voces acham? podem ser sinceras.me ajudem.obrigado

responder ao comentário
Eduardo Eduardo
Sex, 05/10/2012 - 20h34 - reportar abuso

As pessoas assistem filme porno e acha que é super normal ter dote de 20 cm, quando na realidade é uma porcentagem baixíssima da população mundial que tem pênis considerado grande. Se informassem sobre isso , não teria tanta neura quanto ao tamanho do pênis. É claro que um pênis de 10cm deve ser frustrante, principalmente se a parceira for encorpada, mas os que estão na média, que seria 15 cm, não deveriam se preocupar com isso. Acho que é quase unânime entre a as mulheres, que o mais importante no pênis, é sua espessura, pois fricciona melhor o clitóris. E atualmente, com alguns aparelhos, é fácil ganhar em diâmetro, o mesmo não acontece quando o ganho é em tamanho.

responder ao comentário
rafael rafael
Ter, 14/08/2012 - 11h29 - reportar abuso

e´ eu acho que tamanho não e´ documento pq tem que saber fazer e carinho e tudo mais numa relação tenho 13 cm e nenhuma reclamou até hj

responder ao comentário
MARIA MARIA
Qua, 25/07/2012 - 09h23 - reportar abuso

não sei se faz muita diferença,pois ainda sou virgem.mas o do meu namo tem 17cm n sei como vai ser pois sou pequenininha,bom vamos ver no que dá.#ANCIOSA:)

responder ao comentário
Veja mais comentários

Especiais Vila Mulher

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza casamento clitóris fantasia sexual filmes pornô kama sutra orgasmo posições sexuais sexo sexo anal sexo na cama sexo oral traição
X
Truques e brincadeiras para usar a boca
Truques e brincadeiras para usar a boca Veja aqui por vilamulher