Sex Shop só para mulheres

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Os sex shops alimentam as fantasias de homens e mulheres. A evolução e a globalização contribuíram para o avanço do mercado erótico. Hoje já existem sex shops para todos os gostos, inclusive butiques inteiramente direcionadas ao público feminino.

A idéia veio de fora do Brasil. Há cerca de quatro anos foi aberta em Paris a primeira butique só para mulheres. As brasileiras gostaram e aderiram ao projeto, mas logo inovaram. Agora já existem as consultoras específicas para esta área. A empresa carioca Dona Flor, por exemplo, um sex shop de catálogo, que tem o modelo de vendas diretas, no qual as consultoras vão ao encontro das clientes.

As consumidoras aderem e confirmam que os apetrechos apimentam a relação. “Procurei o sex shop por causa de um chá-de-panela que faríamos para uma amiga. Desde então, sempre compro por meio do site ou de catálogos trazidos por consultoras do sex shop. Achei a idéia de vender em domicílio bem bacana e diferenciada”, disse a cliente Camila Soares, de 27 anos.

A pesquisa do mulheril por lojas eróticas é quase que essencialmente uma busca de satisfação do parceiro. Mas elas já conseguem ficar mais a vontade, ver mais graça na sutileza da apresentação dos produtos, como vibradores em formas de batom e estimulantes "treme-treme" com cara de bichinhos.

Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (Abeme), 80% dos clientes das butiques eróticas são do sexo feminino. Mesmo assim, a primeira vez é sempre delicada. Geralmente, as mulheres vão em duplas. Este foi o caso da jornalista Alinne Rodrigues, de 24 anos. “As mulheres não se sentem à vontade em ir para lojas eróticas. É um pouco desconfortável. O fato de estar entre amigas ameniza e é mais divertido”.

O Jardim de Eva é um sex shop virtual especializado em mulheres. Inaugurado em 2005, ele foi fundado e é dirigido só por mulheres. A socióloga Marcia Goldstein, idealizadora do Jardim de Eva, avisa: “Encorajamos as mulheres a assumir a responsabilidade pela sua própria sexualidade”

Em São Paulo há uma grande concentração de sex shops femininos. Localizadas especialmente nos Jardins e em Moema, as butiques eróticas seguem a proposta - discrição, luxo e atendimento personalizado de primeira. Produtos atraentes não faltam, de vibradores de todos os tipos e valores, alguns custam até R$ 1.500,00, fantasias e até línguas artificiais que simulam sexo oral!

Fonte: MBPress

Assuntos relacionados: sexo dona flor vibradores
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

casamentoorgasmofeticheorgasmo femininoclitórispenteadosprazeransiedadecortes de cabelosexo analquadrinhos eróticosswingpompoarismovibradorfantasias sexuaissexo oralkama sutrafilmes pornôejaculação femininasexo selvagemtabus sexuaiscenas de amorbeijo gregoposições sexuais50 tons de cinza