Especial de Páscoa

Erika Lust - uma nova visão dos filmes pornôs

Qui, 17/03/2011 - 09h52

Erika Lust Uma nova visão dos filmes pornôs

Foto/Reproduçãoo Facebook Erika Lust


A maioria dos filmes pornô encontrados por aí é assim: um homem bem sucedido e cheio de fantasias procura uma bela mulher que seja capaz de lhe dar prazer e realizar seus desejos. Não é assim? E saiba que não é só o público masculino que aprecia estes longas.

Publicidade

mulheres que curtem também, chegam a se excitar com as imagens, mas não conseguem ter empatia, não se enxergam naquelas cenas.

E sabendo que a mulherada tem ficado cada mais vez mais exigente e procurado consumir o que melhor se encaixa no seu perfil, uma sueca conhecida como Erika Lust resolveu dar uma inovada neste mercado e começou a produzir roteiros eróticos especialmente para o público feminino.

Nestes longas digamos diferenciados, a mulher deixa de ser objeto para ter seus desejos sexuais atendidos, em cenas que não deixam de lado um toque romântico. A personagem tem um papel especial na história - cuida do lar, é trabalhadora e moderna - e domina o homem, fazendo valer as suas fantasias na cama. É importante lembrar que a proposta de produtora não é criticar a pornografia masculina, mas provar que pode haver outro ponto de vista sobre o tema.

Em entrevista para a revista Época, em abril de 2009, Erika Lust diz que resolveu dar uma inovada nos roteiros depois que se sentiu provocada. "Quando eu comecei a assistir aos filmes pornôs, vi um mundo com o qual eu não conseguia me identificar. (...) Eu não via as mulheres buscando o próprio prazer, não as via representadas da maneira que eu gostaria de ver. (...) Mas alguma parte de mim gostou do que viu. Então eu pensei: ‘Por que aquilo não poderia ser diferente?’, contou.

Formada em Ciências Políticas e especializada em feminismo, ela começou a produzir filmes em 2004. Por ter crescido assistindo à MTV, é possível ver nos trabalhos da sueca algumas referências de videoclipes. Disposta a motivar uma discussão madura sobre a sexualidade feminina por meio dos seus roteiros, Erika já ganhou muitos prêmios, tornando-se uma das mais reconhecidas diretoras de pornografia do mundo.


Ainda segundo a entrevista dada à publicação, Erika afirma que muitos dos preconceitos contra a sexualidade da mulher vieram do pornô, graças à ausência ou escassez de outras influências. "Eu acredito que, se as mulheres participarem dessa discussão, nós teremos uma oportunidade incrível de explicar nossa sexualidade de uma maneira explícita e gráfica".

Além de fundar a produtora Lust Films, Erika publicou o livro "X-Porno para Mujeres". No site da sueca é possível conferir making off, traillers, fazer download e comprar alguns DVDs. Entre as opções estão o "Five Hot Stories for Her" (Cinco histórias quentes para elas) e "The Good Girl" (A boa Garota).

Por Juliana Falcão (MBPress)

1 comentário no Vilaclub

Comente!
Maria Maria
Qui, 17/03/2011 - 11h54 - reportar abuso

Uma mulher, ter a corajem de produzir filmes eróticos voltado para o universo feminino, com um toque certo que excite aquela "vulgaridade" que temos escondida e nos faz exteriorizar na medida dos nossos desejos é simplesmente maravilhoso.

responder ao comentário

Especiais Vila Mulher

Especial de Páscoa

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

artesanato bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos cortes de cabelo emagrecer enfeites de natal lembrancinhas chá de bebê maquiagem moda verão 2014 orgasmo pensão alimentícia penteados penteados para madrinhas posições de sexo posições sexuais sexo anal sexo oral unhas decoradas vestidos