Especial de Páscoa

Sexo anal sem medo

Sex, 10/04/2009 - 13h23

Sexo Anal sem medo

Desde que o vídeo da "aula" em que a ex-BBB Francine dá dicas de como fazer sexo anal caiu na rede, o assunto vem pipocando nas esquinas, nas conversas de bar, na hora do cafezinho. A espontaneidade da menina fez com que muita gente baixasse a guarda para falar sobre o assunto - e se interessasse pela coisa.

Publicidade

Pensando nisso, o Vila Dois foi atrás de uma expert no assunto, a sexóloga Carla Cecarello, também conhecida pelos trabalhos na televisão e vídeos na Internet. Carla trabalha há 20 anos com sexualidade e hoje coordena o projeto Ambsex. Quando o assunto é sexo anal, ela fala com naturalidade. E dá dicas para quem nunca tentou, mas morre de curiosidade. "A mulher precisa comunicar a intenção e deixar claro que nunca fez, mas gostaria de experimentar. E o homem deve agir com delicadeza, para não traumatizar. Ele deve pensar que se fosse ‘no dele’, iria querer com cuidado", afirma, dando a dica para um bom argumento na hora em que parceiro agir de maneira brusca.

A primeira indicação de Carla é sempre usar camisinha. As razões podem parecer óbvias, mas é sempre bom lembrar que a mucosa do ânus é muito sensível e absorve bactérias, infecções e vírus com ainda mais facilidade que a da vagina. O próximo passo depois da segurança é pensar na lubrificação. "Nunca use xilocaína ou vaselina. O ideal é um gel à base de água, como o KY", indica.


Com isso pronto, hora de partir para a ação. Carla explica que o sexo anal jamais deve ser feito pela primeira vez sem que o corpo esteja preparado. E avisa que é preciso "ensinar" o ânus a relaxar. "Na primeira tentativa, o homem deve colocar metade do dedo no ânus da companheira e não se esquecer de estimular o clitóris. Na semana seguinte, pode tentar o dedo inteiro. Depois, pode partir para dois dedos pela metade e então os dois inteiros. Numa outra tentativa, deve iniciar o movimento tira-põe", detalha.

Apenas depois disso é que o pênis entra em ação, mas apenas a glande. "Nada é feito com rapidez. Numa noite o homem coloca a cabeça do pênis. Na outra, o pênis todo, ainda sem mexer. E aí por diante, com muita paciência. É preciso fazer tudo com muito cuidado". É normal que o ânus se contraia, involuntariamente, a qualquer toque. Por isso, as fases são fundamentais até que a mulher se sinta confortável para a prática.

Para que o sexo anal aconteça, é preciso que a intimidade entre o casal seja enorme. Carla não indica que mulheres com problemas de intestino preso, em período de ovulação ou num dia de muitas cólicas façam o sexo anal. "Esse tipo de sexo não faz mal, mas nessas situações pode gerar um incômodo desnecessário".

Ela lembra ainda que o sexo anal não pode ser feito com a mesma freqüência que o sexo vaginal. Uma ou duas vezes por semana é o mais indicado. Outra informação importante é jamais tirar o pênis do ânus e colocar na vagina. "É preciso trocar a camisinha antes de continuar".
A melhor posição para quem nunca fez deve ser a mais confortável possível. "A mulher jamais deve sentar com o ânus no pênis. O impacto é muito grande a dor também. De ladinho ou de joelhos são posições mais indicadas".

Mesmo com tanta informação on-line e nas revistas femininas, o sexo anal ainda é cercado de tabus e estigmas. "A mulher não faz porque acha que a prática é coisa de garota de programa, de prostituta. Mas esquece que o homem adora". E ele gosta porque além da vista espetacular que tem do corpo feminino, fica no controle da situação. Fora isso, o fato de o ânus ser mais apertado que a vagina exerce uma pressão grande sobre o pênis, gerando muito prazer para ele.

Mas para que o prazer seja também seu, é preciso muita estimulação. "O clitóris deve ser manipulado ao mesmo tempo da penetração anal para garantir que os dois alcancem o orgasmo", finaliza Carla. Não ter medo de tentar (e saber que está livre para negar) pode ser o primeiro grande estímulo!

Por Sabrina Passos (MBPress)

58 comentários no Vilaclub

Comente!
Manuela Manuela
Qua, 19/02/2014 - 15h36 - reportar abuso

Adoro amo de paixão sexo anal e faço praticamente todos os dias porque tenho orgasmos múltiplos e intensos. Quando comecei, ainda menina, foi complicado mesma estando com o tesão a mil, mas depois, com algumas dicas das colegas, as coisas melhoraram e ficava simplesmente maluca quando o namorado passava as mãos no meu bumbum, apertava me beijava acariciava meus seios ...nossa; batia na hora a maior vontade de ser logo penetrada no ânus sabem? Hoje sou casada e mesma escondidíssima, faço fora de casa assim como muitas amigas que tenho. 0 marido viaja muito a negócios e euzinha ficava "subindo pelas paredes de azulejo" até que resolvi parar com essa situação horrível, depois de muitas conversas a respeito com amigas que tmb fazem escondidas. Algumas até dupla penetração já fazem e estou pensando seriamente nisso tmb porque falam maravilhas a respeito e tudo que nos traz prazer, acho, é sempre bem vindo não? Quando menina as colegas falavam que se a gente fizesse bem muito anal, aumentava o tamanho do bumbum, pode? Se o meu aumentar mais vai ficar ridículo rsrsrsrs.

responder ao comentário
Ter, 28/01/2014 - 16h57 - reportar abuso

Gostaria de que alguém me orientasse sobre os carinhos feito no anus com a lingua, tenho algumas duvidas, se pode ser feito sem nenhum risco ou tem tomar alguns cuidado para não se contaminar com bactérias, enfim, por favor me respondam. Sabino1931@gmail.com. Obrigado.

responder ao comentário
ensxxjwj ensxxjwj
Dom, 24/11/2013 - 13h50 - reportar abuso

VilaMulher - Sexo anal sem medo
uensxxjwj
ensxxjwj http://www.gxhzoptp99qlx0284q9067pm4w55x762s.org/
<a href="http://www.gxhzoptp99qlx0284q9067pm4w55x762s.org/">aensxxjwj</a>

responder ao comentário
Celia Bundeira Celia Bundeira
Dom, 20/10/2013 - 07h50 - reportar abuso

Gentennn, tenho 28 anos, desde os 11 ou 12 faço sim sexo anal e sinto orgasmos fantásticos alucinantes pricipalmente quando faço sentadinha em cima para uma penetração absoluta profundissíma total além de comandar os movimentos de entra e sai e sua intensidade sabem? Para as que estão começando agora ( são muitas e muitas) recomendo que nas primeiras vezes façam de quatro, usando bastante KY ou K-Med e principalmente abrindo bem as nádegas com as mãos para uma penetração tranquila suave e sem problemas. Depois de \\\"dar\\\" umas cinco ou seis vezes, um bom e competente bokete ja substitui os lubrificantes! 0 lubrificante KY ou K-Med, deve ser passado nos dois e ela deve empurrar com os dedos para dentro do ânus além de passar bem em volta. Façam assim e as coisas fluiirão sem problemas porque já tenho bastante tempo \\\"na estrada\\\" e sei o q estou dizendo! Sempre tive um desejo, desde os tempos de mocinha sabem? Fazer dupla penetração! Só que o marido nem quer ouvir falar nem admite a minima possibilidade de uma transa nossa com a participação de outro homem pode? Tentei de todas as maneiras e ele não voltou atrás, bateu mesmo o pé e resolvi então fazer escondida fora de casa rsrsrsr. Confesso que os orgasmos com a DP são simplesmente bombásticos, eletrizantes, inacreditáveis milhões e milhões de vezes mais fortes de que quando faço somente anal ou vaginal e já começo mesma a gozar no início das penetrações rebolando feito maluca, apertando bastante a frente e atrás além de receber carícias em dose dupla nos seios, pescoço coxas orelhas e o tesão é tanto que fica parecendo que o meu útero vai explodir meu clitóris saltar do lugar e os orgasmos se repetem intensa e constantemente uns seguidos de outros sem parar um só segundo.......Nunca, mas nunca mesma gozei tanto na minha vida e de maneira tão forte envolvente e alucinante, Na última vez q fiz, os gatões eram super bem dotados,tanto que nem na boca cabia tudo dentro e somente isso ja me excita o suficiente para querer sempre mais e mais. Minha irmã diz que eu já era mesma viciada em anal e agora estou em DP! Já fiz anal em todas as posições possíveis e imagináveis, usei vibradores enormes (25 ctms por 12 de diâmetro), mas nunca tinha gozado tanto tão forte e tantas vezes ao mesmo tempo sabem? Para minzinha, anal tem de ser profundo profundíssimo o máximo aceitável e que penetre o mais dentro que puder.

responder ao comentário
Rafael Rafael
Dom, 04/08/2013 - 16h07 - reportar abuso

Acabo de descobrir que minha atual namorada já fez sexo anal, e estou bem apreensivo, pelo motivo que eu nunca fiz, apesar de ter tido mais mulheres em minha doque ela já teve de homens todas sempre tiveram uma opinião negativa sobre isso, confeço que estou confuso, pois sempre achei isso meio que um troféu para uma relação entre quatro paredes, e confeço que agora estou meio constrangido ou me sentindo menor que ela queria saber um ponto de vista que pudece me ajudar pois confeço que estou me sentindo estranho, pode até parecer egoismo mas acho que sexo anal é algo que todo homem quer ser o primeiro algo que já não se repete tanto em questão da virgindade igual antes, obrigado a todos.

responder ao comentário
Christiane Melo Christiane Melo
Ter, 30/07/2013 - 02h56 - reportar abuso

Tenho 26 anos, sou casada, e comecei a fazer anal aos 11 ou 12 c/os meninos da escola e do predio onde morava, me acostumei, ñ parei mais e acho mesma q fiquei viciada porque faço praticamente todos os dias e tenho orgasmos alucinantemente grandes repetidos e sem parar já no início da penetração! Meu marido ñ é do tipo bem dotado, como gostaria, além de viajar muito a negócios e por influencia de amigas e puro excesso de tesão mesma, comecei a fazer fora de casa, como outras casadas q conheço e q tmb fazem escondidíssimas, claro. Nas primeiras vezes, até q bateu arrependimento, peso de coinsciencia, essas coisas sabem? Mas o tesão sempre fala mais alto sem falar na sensação diferente do perigo além dos orgasmos intensos delirantes que cinto, principalmente com alguns gatos mega-dotados que me levam a um estado quase de loucura de tanto prazer! 0utra coisa: Já está com uns seis meses q pratico dupla penetração e em algumas ocasiões, gozei tanto tanto tanto, que desmaiei porque é algo simplesmente maravilhoso me sentir penetrada por dois hmns ao mesmo tempo recebendo estocadas em dose dupla, rebolando feito maluca, além das carícias nos seios beijos no pescoço,boca nuca......uma loucura de prazeres ainda mais fortes e envolventes que começam a subir pelas pernas tomam todo o meu corpo me causando uma espécie de topor com pequeninas e imaginárias luzes piscando, me parece dentro da cabeça além de aceleramento intenso dos batimentos cardíacos. Via de regra, mal consigo me levantar da cama quando terminamos. As amigas me falavam tudo isso mas ñ acreditava até que senti ao vivo e adorei, amei! Quando em casa faço anal, prefiro ficar sentadinha em cima porque a penetração é total absoluta, bem mais profunda e consigo comandar os movimentos de vai e vem de entra e sai no ritimo e intensidade que quero sabem. Só que o marido goza muito rápido enquanto quero sempre mais e mais o q as vezes até me irrita.

responder ao comentário
Anon Anon
Qui, 07/03/2013 - 02h37 - reportar abuso

Fiz sexo anal com a minha namorada 2 vezes. As 2 foram sem camisinha e agora estou assustado. Tem perigo de acontecer algo? Era a primeira vez dela, foi na 3ª vez que tentamos anal que conseguimos.
A primeira ela disse que doeu demais. A segunda também, mas penetrei um pouco mais. Na terceira e quarta ela nem sentiu dor, disse que foi otimo. Mas ainda tem medo de expelir algo que não deve. Obrigado pelas dicas.

responder ao comentário
Marcelo Marcelo
Ter, 02/10/2012 - 17h56 - reportar abuso

Algumas dicas que aprendi sobre essa deliciosa pratica, sexo anal... "Como fazer nas mulheres"
1 - banheiro antes. Limpe seu reto/intestino, se der use uma duchinha higiênica (a venda em farmacias).
2 - A mulher precisa estar afim. Nunca force, evite traumas. Converse antes sobre esse assunto em conversas relacionado a sexo para saber o que ela acha ou se ela gosta.
3 - A mulher precisa estar com tesão e preparada intimamente.
4 - faça muito sexo oral, faça caricias deslizando os dedos na vagina até chegar o ânus, mas não introduza, carinho...
5 - Sabendo que ela esta afim e excitada, experimente introduzir a ponta de um dedo até mesmo com a saliva ou com a lubrificação da propria vagina. Molhe os dedos na vagina e leve ele molhado até o anus dela, acaricie...
6 - Mulher deve estar sempre relaxada.
7 - Li uma vez numa revista... O que facilita na hora de qualquer introdução no ânus é fazer força como se fosse fazer xixi. Experimente: faça força e perceba que os seus orgãos sexuais se abrem. Isso facilita, menos dor.
8 - Introduza o dedo todo, passa mais lubrificação. Ou já vai direto no lubrificante K-y gel para então introduzir dois dedos.
9 - sempre observe a reação dela, se ela falar que esta doendo. Respeite-a. Dá um tempo, converse... no inicio é mais dolorido, depois não.
10 - Se ela estiver preparada, você já introduziu um, dois, tres dedos, ela esta com tesão e quer mesmo sentir como é. Passe mais lubrificante...
11 - posição de ladinho, de quatro, o que ela sentir mais confortável...
12 - introduza apenas a cabeça primeiro, mas bemmmm devagar... e vai até a metade, fica no vai e vem até se acostumar. Só depois de um certo tempo introduza tudo. Isso também depende muito do tamanho do pênis. Quanto maior, mais dificil é na primeira vez.
13 - quando conseguir introduzir ele inteiro, faça movimentos devagar, bem devagar para ela se acostumar. Nunca tira o pau de dentro totalmente e introduza de novo. Ela podera sentir dor. Dizem os travestis que o que faz doer é "tirar de dentro totalmente e introduzir de novo".
14 - sempre faça carinho no clitóris ou em outras partes do corpo. Peça para ela se masturbar enquanto isso. Com certeza o homem nao vai aguentar por muito tempo, gozo na certa.
"Para um bom amante, o prazer da mulher sempre estará em primeiro lugar".
DICAS PARA SER LEMBRADA POR QUALQUER HOMEM??
Na hora do sexo, vire para ele e diga com cara de tesão: "come meu cú, come?!; "eu to louca para dar o meu cuzinho pra você"; "fode meu cuzinho, fode"...
São palavras que parece uma puta ou de atriz pornô. Pois seja essa dama quando estiver com seu parceiro, evite que ele procure outra na rua. É isso que nós homens queremos... queremos uma puta na cama, uma que grita, geme gostoso, que fala putaria para nós, que nos deixa gozar aonde queremos, enfim, quanto mais safada, vagabunda for na cama com o seu parceiro, melhor. Mas faça com prazer, sem preconceitos, com vontade e não forçada ou obrigada só para ganhar o homem. Seja essa Puta e você será a MULHER inesquecível para nós ou pelo menos estará entre as melhores com quem já fomos para a cama.
Espero ter colaborado...
Homens... mulheres dê mais dicas...

responder ao comentário
Anne Anne
Seg, 26/12/2011 - 10h19 - reportar abuso

Tenho muita vontade de fazer sexo anal mais tenho muito medo,sou casada a 4 anos e meu marido vive pedindo teve ate um dia que eu sedir mais a dor foi muito grande e nunca mais quiz tentar , agora com essas dicas vou tentar denovo.
bjão pra vcs e se vcs souberem de algum que eu possa usar q não vá doer ou alivie a dor me digam porfavor.

responder ao comentário
Aninha Aninha
Seg, 19/12/2011 - 23h46 - reportar abuso

nossa le as materia sobre sexo oral e fiquei muito assustada pois doi d+ dou zangada com meu esposo por cauza disso foi orrivel quazi morri de dor ele fez todos os testes divagarzinho + nao adiantou nada costaria de saber se tem algulm sedativos para essa rejiao pois queria satisfazelo+ com dor nao dar bjss obrigada

responder ao comentário
Veja mais comentários

Especiais Vila Mulher

Especial de Páscoa

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

artesanato bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos cortes de cabelo emagrecer enfeites de natal lembrancinhas chá de bebê lembrancinhas de natal maquiagem moda verão 2014 orgasmo pensão alimentícia penteados penteados para madrinhas posições de sexo posições sexuais sexo anal sexo oral unhas decoradas vestidos