Patchwork

Decoração com objetos reciclados direto da Mega Artesanal

Qua, 27/06/2012 - 15h11

Decoração com materiais reciclados

A antiga poltrona do bebê foi feita apenas com retalhos coloridos e cola-pano. Já a cômoda antiga foi pintada e suas gavetas viraram floreiras. Foto: Juliana Lopes


Você já pensou em decorar toda a sua casa com objetos reciclados e trabalhos artesanais? Essa é o mote da Casa Mega que, assim como no ano passado, é uma das grandes atrações da Mega Artesanal até o dia 1º de julho.

Publicidade

A casa de 180 m2 está dividida em dez ambientes e teve o intuito de mostrar que muitos materiais antes descartados podem ser reaproveitados. Participaram do projeto mais de 15 profissionais entre artistas de art decór, artesãos, arquitetos e designers.

O Vila Mulher esteve por lá e mostra tudinho para você.

Varanda

Decoração com materiais reciclados

Pallets foram usados como base para um futton e nichos de parede foram usados como cachepôs. Foto Juliana Lopes

O espaço externo da casa teve a assinatura das artesãs Débora Príncipe e Carol Guaraldo, da arquiteta Tais Talor e do artista plástico Paulo Leonardo. Para abrigar as flores na entrada foram usados os caixotes de feiras livres, lixeiras e nichos de parede, que são usados como cachepôs. Uma cômoda antiga foi pintada e suas gavetas viraram floreiras. A base ganhou um mosaico, um detalhe e bem retrô.

Até uma poltrona de amamentação saiu do quarto do bebê para a varanda. Sem o auxílio de agulhas ou linhas, as artesãs criaram uma nova estampa para o móvel usaram apenas cola-pano e retalhos coloridos. "Depois de colados os tecidos, nós usamos termolina, um impermeabilizante para tecido, isopor e papel", diz Débora.

As luminárias em forma de casinha foram feitas de MDF e pintadas para dar um aspecto de ferro. Pallets foram usados como base para um futton e para o piso. As paredes da varanda também são de MDF e receberam um revestimento de pano estampado.

Débora Príncipe revela que a tendência no setor é usar cores fortes, como turquesa e bordô. "No artesanato você pode fazer uma reciclagem, uma releitura. E com essa história de todo mundo querer reciclar, a gente procurou usar objetos que são encontrados dentro de casa. Não é necessário gastar muito para dar um efeito legal."

Sala de Estar

Na sala de estar, desenvolvida pela artesã e professora de artesanato, Diná Rocha, os caixotes serviram de base para acomodar as almofadas de um sofá. Uma dica dada pela profissional foi deixar as extremidades do caixote abertas para que possam acomodar almofadas e outros itens da sala. Um baú antigo e de base retangular fez a vezes de uma mesa de centro.

Sala de Jantar

Decoração com materiais reciclados

O escorredor de macarrão se transformou em floreira. E as carcaças de uma lanterna de jardim acomodaram talheres grandes. Foto: Juliana Lopes

Na sala de jantar as decoradoras Flávia Ferrari e Cláudia Regina transformaram um escorredor de macarrão em floreira. E as carcaças de uma lanterna de jardim viraram guirlandas e acomodaram panos coloridos típicos de cozinha e talheres grandes. Todas elas foram presas na veneziana de uma antiga janela de madeira.

Decoração com materiais reciclados

Sobrou aqueles paninhos em crochê? Basta juntar que vira um caminho de mesa. Foto: Juliana Lopes

Já na mesa, uma toalha de mesa deu lugar a um caminho, formado por pequenos panos feitos de crochê. "Eu peguei aqueles círculos velhos que a gente usa separado e os juntei dando dois pontinhos simples com agulha e linha", explica Flávia. "Eles não precisam ser do mesmo ponto ou da mesma cor. Aqui foi uma coincidência estes serem do mesmo tipo de linha."

Usando a decoupage (técnica feita apenas com papel e cola) guardanapos coloridos de papel foram colados por trás de pratos de vidro e pendurados nas paredes. Na mesa, peças de crochê em formato de flor ganharam um banho de cobre, uma técnica usada em bijuterias.

Cozinha

Decoração com materiais reciclados

Ralador-relógio e a cesta de pão, confeccionada com "pão morto". Foto: Juliana Lopes

Já na cozinha, o destaque foi para o ralador de metal transformado em relógio e para os potinhos de iguarias e livro de receitas enfeitados com técnicas de scrapbook. Outro item que chamou atenção foi a cesta de pão. Ela foi confeccionada com pão morto, ou seja, sem fermento. "Você faz a massa de pão normalmente e assa. Depois passa verniz de artesanato e ela dura até um ano", conta a decoradora e chef de cozinha Janaína Suconic. Os azulejos ganharam revestimento de tecido. E uma toda de madeira antiga serviu se cabide para alguns itens do cômodo.

Quarto do bebê

Decoração com materiais reciclados

No quarto do bebê o destaque ficou por conta das casinhas de MDF, que viraram enfeite de teto, e as flores em tecido assinadas pela empresa Semeart. Foto: Juliana Lopes

No quarto do bebê, o mestre do scrapbooking no Brasil, Vlady e artesã Berta Gonçales usaram e abusaram de panos na decoração. A começar pelas paredes revestidas de floral rosa. As flores que enfeitavam o quarto da menina foram todas costuradas à máquina e assinadas pela empresa Semeart. Entre as cores escolhidas para confeccionar as flores estavam tecidos brancos estampados de rosa e lilás.

Decoração com materiais reciclados

Foto: Juliana Lopes

Os passarinhos que estavam pendurados na cortina também foram confeccionados com pano. Os abajures ganharam capas revestidas de pano e deixaram a cabeceira do berço ou o apoio de chão de chão para serem afixados no teto. Destaque também para as casinhas de MDF, de vários tamanhos, que viraram enfeite de teto. Outro destaque é a substituição da madeira por isopor que, ao contrário do que se pensa, quando é descartado corretamente, não é prejudicial ao meio ambiente.

Quarto do Casal

No quarto do casal, da artesã Gil Jussara, um baú no chão serviu para guardar objetos como cobertores leves e outros objetos do casal. Muito material de demolição manteve a linha rústica do local.

Banheiro

Decoração com materiais recicladoso com materiais

No banheiro, a atração principal foram os espelhos feitos apenas com colheres de plástico e spray colorido. Foto: Juliana Lopes

O banheiro da Casa Mega também usou e abusou da criatividade e levou a assinatura de Maria Cristina Leite e Patrícia Fugisse. Os espelhos foram feitos com colheres de plástico. Todas elas foram coladas com cola quente. A artesã usou tinta spray para fazer um degradê que ia do branco ao lilás. O armário é de cartonagem.

A divisória entre o lavado e o vaso sanitário foi feita de tubos de PVC de diâmetros diferentes. As colheres de plástico, de tamanhos menores, foram coladas em formato de flor e decoraram os puxadores das gavetas.


No quintal, Lú Rocha usou como decoração espantalhos e fritas e verduras feitas de tecido e enchimento. Neste local, os caixotes de feiras livres também tiveram boa serventia. A organizadora da feira, Rita Mazzotti, e as artesãs Vânia Almeida, Marcela Muñoz usaram bancos de madeira certificada, mesas e cadeiras feitas em mosaico e um painel com folhas secas (técnica de oshibana), para finalizar a decoração do espaço.

Juliana Falcão (MBPress)

2 comentários no Vilaclub

Comente!
wilma wilma
Ter, 24/07/2012 - 21h13 - reportar abuso

amei, tudo lindo!!!

responder ao comentário
Maud Picaza Blair Maud Picaza Blair
Qua, 04/07/2012 - 16h48 - reportar abuso

Simples e maravilhosa essa Casa, foi uma das coisas mais inspiradoras que eu já vi ! Linda .

responder ao comentário

Especiais Vila Mulher

Especial de Páscoa

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

artesanato bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos cortes de cabelo emagrecer enfeites de natal lembrancinhas chá de bebê lembrancinhas de natal maquiagem moda verão 2014 orgasmo pensão alimentícia penteados penteados para madrinhas posições de sexo posições sexuais unhas decoradas vestidos