Acabe com as cicatrizes de acne

Acabe com as cicatrizes de acne

É difícil passar pela adolescência imune a elas. As famosas espinhas e acnes passam, mas as marcas ficam no rosto, não importa há quanto tempo atrás elas tenham aparecido. A boa nova é saber que existem tratamentos estéticos que aliviam aquilo que nem muita maquiagem é capaz de cobrir. Algumas opções prometem acabar com as depressões da pele, somem em poucas sessões e ainda estimulam a produção de colágeno, melhorando o aspecto do rosto.

Entre as novidades está o ácido hialurônico, combinado com a carboxiterapia. "Cada depressão da cicatriz é cuidadosamente preenchida com gel e nivelada com a pele sã ao redor da cicatriz. Esse tratamento é indicado para peles com cicatriz já instalada e não pode ser realizada em pele com acne ativa", explica o cirurgião plástico Marcelo Assis.

Ele diz que com apenas uma sessão o resultado pode ser notado e permanece por um ano. "Ao longo desse tempo, o próprio gel estimula a síntese de colágeno e faz um preenchimento natural", completa.

Acabe com as cicatrizes de acne

Dr. Marcelo Assis, cirurgião plástico.

A carboxiterapia facial, que é uma técnica de infusão de CO2, é utilizada para descolar a cicatriz e estimular a produção de colágeno. "Para um bom resultado, recomendamos sempre cerca de 10 sessões de carboxiterapia, com freqüência semanal", diz o cirurgião.

Esse tipo de tratamento possui eficácia não apenas no tratamento de acnes, mas também em outras partes do corpo. "A carboxiterapia acelera o processo de cicatrização e pode ser usada, por exemplo, em queimados ou diabéticos", diz.

Marcelo sugere ainda a microdermoabrasão e diz que se trata de um dos mais eficazes, no caso de cicatrizes de acne."Essa técnica consiste em um peeling abrasivo realizado com uma lixa diamantada na ponta. A pressão da abrasão é leve para não causar sangramentos ou dores na região tratada", explica. A abrasão é superficial e progressiva e por isso são necessárias 10 sessões com frequência semanal para ver resultados. Segundo Marcelo, essa técnica ainda melhora a textura e o brilho da pele por estímulo de colágeno.

É importante ressaltar que pacientes com maior concentração de melanina devem tomar certas precauções quando forem se submeter à microdermoabrasão. "A descamação excessiva pode causar uma hiperpigmentação ou escurecimento da pele", alerta. Ela também não pode ser realizada em cicatrizes, quelóides ou hipertróficas. Essa restrição acontece porque essa técnica pode ativar um aumento excessivo de colágeno.

Pessoas com a pele morena devem realizar a abrasão das áreas de cicatrizes de acne com movimentos mais leves e maior quantidade de sessões, para não agredir a pele do rosto.

Para cicatrizes profundas, o cirurgião plástico indica a dermoabrasão cirúrgica. A técnica exige aplicação de anestesia e é realizada com uma lixa mais grossa do que a utilizada na microdermoabrasão.

Após o tratamento para cicatrizes da acne, é necessário que a paciente mantenha o controle da oleosidade do rosto com limpeza de pele. Retirar as impurezas adquiridas no ambiente com tônicos e loções de limpeza de pele, no período da noite, e estimular a produção de colágeno com cosméticos a base de extrato de caviar, vitamina C e DMAE, também são hábitos que devem ser adotados.


Marcelo diz que esses tratamentos só podem ser realizados por médicos. O custo médio da aplicação do gel de ácido hialurônico é de R$ 1200. O mesmo preço vale para dez sessões de microdermoabrasão Dez sessões de carboxiterapia saem por R$1800.

Por Sabrina Passos e Cínthya Dávila (MBPress)

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

hidratação cabelosceluliteemagrecercosméticospiercingperder pesopenteadosesmaltesperfumelimpeza de peledepilaçãocortes de cabelodelineadorbatomdicas de maquiagemliftingblushpeelingmega hairtrançashidratação pelemaquiagem noitemaquiagem olhossobrancelhabepantolbb creamunhas decoradas passo a passo