Cirurgia plástica no nariz

Mulher de perfil

Segundo um boletim da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica de 2007, a rinoplastia (cirurgia feita no nariz) representa 40% das cirurgias realizadas na face e é a quarta intervenção cirúrgica mais procurada no país.

Hoje em dia, já existem várias técnicas de aprimoramento deste tipo de operação, como a rinoescultura e a rinoplastia dinâmica. Elas podem ser feitas como cirurgias corretivas ou estéticas em pacientes com mais de 14 anos de idade.

Ewaldo Bolivar de Souza Pinto, especializado em cirurgia plástica na Escola de Pós-graduação Prof. Dr. Ivo Pitanguy, explica que existem duas técnicas da intervenção. “A primeira, denominada Técnica Aberta, consiste em abrir o nariz pela columela (parte inferior do nariz), levantando a pele, expondo a estrutura óssea e cartilaginosa. A segunda, denominada Técnica Fechada, consiste em alterar as estruturas nasais, por incisões realizadas na parte interna do nariz, preservando a columela”, diz.

Maria de Lourdes* se submeteu a uma rinoplastia simples há dez anos. Na época, as técnicas não eram tão avançadas como nos dias de hoje, mas mesmo assim ela garante que não teve problemas no pós-operatório, fase mais difícil da cirurgia. “Eu queria diminuir o ossinho da parte de cima. Usei uma tala durante 15 dias e não cheguei a ficar roxa. Demorou cerca de seis meses para meu nariz adquirir a forma atual, mas fiquei satisfeita com o resultado. Se precisasse, faria de novo”, afirma.

A rinoescultura é uma técnica mais complexa, pois pode juntar todos os métodos, entre eles, enxertos, raspagens e ressecções. Porém, permite resultados mais naturais do que a rinoplastia convencional, já que personaliza o nariz do paciente. “É o método em que o cirurgião retira a cartilagem ou osso que está em excesso e enxerta onde há deficiência desse material”, conta o especialista.

Outra técnica também muito usada é a rinoplastia dinâmica. “Consiste no tratamento da ponta do nariz e do lábio superior. Ela é dinâmica porque mexe com o músculo. A normal mexe com cartilagem e osso. A Rinodinâmica é indicada quando existe grande mobilidade da ponta do nariz. Por exemplo, quando ao sorrir ocorre a queda da ponta do nariz ou sorriso com exposição gengival”, completa ele.

A rinoplastia é uma cirurgia delicada. Por isso, o médico deve orientar e avisar o paciente sobre o tipo de nariz que combina com seu rosto e alertá-lo a respeito dos riscos da operação. Podem ocorrer conseqüências estéticas e funcionais. Estéticas quando o cirurgião não atinge o resultado que o paciente aguardava. Funcionais quando acaba a cirurgia e o paciente que respirava bem passa a ter problemas respiratórios.

*O nome da entrevistada foi alterado para manter sua privacidade.

Fonte - MBPress

 

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

hidratação cabeloscosméticospiercingbumbumesmaltesperfumelimpeza de peledepilaçãodelineadorbatomdicas de maquiagemacneliftingblushpeelinghidratação pelemaquiagem noitemaquiagem olhossobrancelhabepantolbb creamunhas decoradas passo a passo