Espironolactona no tratamento para a acne

sex, 30/07/2010 - 15h41

Espironolactona no tratamento para a acne

Você já passou da adolescência e ainda continua tendo algumas surpresas quando se olha no espelho. A acne não é restrita entre as mais jovens, ela também pode aparecer em mulheres adultas. Em muitos casos especialistas utilizam espironolactona no tratamento para a acne através de pílulas.

Após os 25 anos está relacionada com problemas hormonais ou estresse. "O uso de cosméticos e maquiagem de maneira incorreta, além da falta de limpeza, são fatores que também podem ajudar", acrescenta Karoline Pellacani, farmacêutica e química.

Segundo a especialista em cosmetologia, a acne é uma doença do folículo pilossebáceo, que surge nas áreas que concentram maior número de glândulas sebáceas: rosto, pescoço, costas e região do colo. Em muitos casos, especialistas utilizam no tratamento pílulas via oral que contém substâncias como a espironolactona.

"Ela é usada na síndrome dos ovários policísticos, quando os ovários aumentam a produção hormonal e concentração sangüínea do hormônio masculino, sendo um dos principais responsáveis pela acne", diz a dermatologista Fernanda Casagrande, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. Na prática essa substância também bloqueia parte da produção de alguns hormônios que provém dos ovários e da glândula supra-renal

"Quando as lesões de acne localizam-se no terço inferior da face e pescoço, geralmente, trata-se de acne hormonal ou "acne da mulher adulta". Nesses casos, existe a participação de hormônios masculinos (androgênios) que atuam na glândula sebácea e estimulam uma maior produção de sebo, seja devido ao excesso desses hormônios, seja devido à hipersensibilidade periférica. A espironolactona inibe a ação dos androgênios nessas glândulas, melhorando conseqüentemente o quadro de acne", explica a Carla Albuquerque, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

As dermatologistas afirmam que a substância tem eficácia no tratamento, entretanto, traz alguns efeitos colaterais, como mal-estar, náuseas, tontura, câimbras e dor de cabeça. Um dos motivos, segundo Fernanda, é por se tratar de um ativo diurético. Carla afirma que a dor nas mamas também pode ocorre devido à ação do medicamento no organismo, mas isso em poucos casos.

"A espironolactona atua da seguinte forma: compete pelo receptor de hormônios masculinos (androgênicos) na unidade pilossebácea, inibe a ação da enzima 5-alfa-redutase e bloqueia a síntese dos androgênios (hormônios masculinos)", acrescenta a dermatologista.

Se a causa da acne é hormonal, Luciana Godoi, especialista em dermatologia e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, aponta que em muitos casos também é importante associar o tratamento com outros profissionais da área de saúde. "Além do uso dos produtos habituais é fundamental uma parceria com o ginecologista e/ou endocrinologista na administração de medicamentos que vão atuar no metabolismo androgênico tecidual", diz.

Ativos

Um estudo realizado pela Universidade de Leeds, na Inglaterra, revela que a acne nas mulheres aumentou nas últimas décadas. Para se ter uma ideia, em 1979, a doença atingia apenas 10% das mulheres e hoje o percetual subiu para 30%, o que preocupa cada vez mais o público feminino.

Karoline Pellacani indica sempre manter a pele higienizada para prevenir e controlar acne. Além disso é importante verificar alguns fatores na hora de comprar um produto, como:

- A seriedade da marca, pois os produtos destinados à acne exigem a realização de testes que garantem a eficácia e segurança do tratamento. Devem ser realizados sob a coordenação de dermatologistas.

- Resultados clínicos comprovados

- Indicação de profissionais (médicos, esteticistas, fisioterapeutas)


Conforme o tipo de tratamento é usado produtos com um ou mais ativos, veja os mais comuns:

Ácido Salicílico - melhora a aparência e textura da pele.

Salicilato de Dimetilsilanodiol - inibe a inflamação.

Acetilmetionato de Zinco - renova as células, cicatriza os tecidos e tem uma ação sebo-reguladora e microbicida.

Extratos Vegetais (Aloe, Lúpulo, Pepino e Limão) - refrescam e acalmam a pele, ajudam a normalizar a oleosidade excessiva e atuam como antisséptico, adstringente e agente anti-oleosidade.

Proteínas Estruturais - promovem o equilíbrio da pele, conferindo uma boa hidratação e melhora na elasticidade, retendo a umidade, além de atuar contra a formação de quelóides

Por Juliana Lopes

18 comentários no Vilaclub

Comente!
Monalisa
quin, 11/09/2014 - 13h12 - reportar abuso

estou usando tem 15 dias e estou super feliz com o resultado.

responder ao comentário
bipygocrvx
dom, 24/11/2013 - 13h23 - reportar abuso

VilaMulher - Espironolactona no tratamento para a acne bipygocrvx http://www.g7x4uznpbe143r224i8v4m068k2wp4j0s.org/ abipygocrvx [url=http://www.g7x4uznpbe143r224i8v4m068k2wp4j0s.org/]ubipygocrvx[/url]

responder ao comentário
luciana
ter, 12/11/2013 - 12h46 - reportar abuso

gente sera que quem toma anticoncepcional pode tomar

responder ao comentário
Rhanna
quin, 13/06/2013 - 22h19 - reportar abuso

Estou tomando esse remédio cerca de duas semanas e passando antes de dormir ácido salicílico e retirando pela manhã, é normal a pele descascar e ficar bem ressecada ?

responder ao comentário
ester ottaviano
quin, 07/03/2013 - 15h15 - reportar abuso

eu estou tomando mas esse remedio nao fas mau para o coraçao?

responder ao comentário

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas