Especiais > Espelho da Beleza |

Pele lisinha, sem cravos

qua, 13/10/2010 - 05h21

Pele lisinha sem cravos

Grande parte das mulheres com pele oleosa tem os incômodos pontinhos pretos na zona T, principalmente no nariz e queixo. A maquiagem ajuda a disfarçar cravos e espinhas, mas não é a solução para exterminá-lo. Brancos ou escuros, os cravos são formados pelo acúmulo de partículas e secreção sebácea obstruindo e dilatando os poros.

O que tem ajudado a deixar a região dos cravinhos mais lisinha, pelo menos a curto prazo, é o uso de máscaras para o rosto. "Elas podem ter vários efeitos, cada uma com sua indicação. Gosto muito das máscaras peel off - secam no rosto e depois se soltam como uma segunda pele -, pois permanecem mais tempo, tem grande penetração e maior capacidade de retirar as impurezas. Mas não conseguem retirar por completo todos os cravinhos. Algumas ainda tem efeito calmante, clareador, secativo e nutritivo", explica a dermatologista Fernanda Casagrande, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Em farmácias e perfumarias você encontra uma boa variedade delas, como a Rapid Clear, da Neutrogena, que tem a função de diminuir a produção dos pontinhos escuros. Graças à ação esfoliante de dois tipos de ácidos - salicílico e glicólico -, é possível controlar a oleosidade, o brilho e o aparecimento dos pontos pretos. Seu resultado gradativo. Também na linha peel off, a linha Pure Zone, da L´oreal, tem uma máscara com ácido Salicílico, substância que ajuda a retirar as células mortas e desobstruir os poros, além de Vitamina E, responsável pela ação antioxidante. Outra disponível no mercado é a máscara Clear Skin, da Avon, que ajuda a remover cravos superficiais.

[galeria]

Casagrande lembra que por ter um efeito imediato, as máscaras podem ser usadas uma ou duas vezes por semana. "Antes de alguma festa, por exemplo, porque elas deixam a cor mais uniforme (sem pontos vermelhos) e os poros fechados", acrescenta. Também para combater os incômodos pontinhos, a dermatologista indica a loção rosada (manipulada), adesivos para cravos, differin gel 0,3% e vitanol-A 0,025.

Por ter um mecanismo de produção de gordura muito ativado, quando a pele oleosa identifica qualquer ponto de ressecamento, produz ainda mais gordura, ficando extremamente oleosa. "É o que chamamos de efeito rebote. Por isso deve ser lavada no máximo duas vezes ao dia. A melhor forma de prevenção é uso freqüente de ácidos (tretinoína, glicólico, salicílico, etc), duas a três vezes por semana", recomenda.

"Um peeling superficial feito no consultório também resolve o problema. Dependendo do caso, também utilizo uma desobustrução (extração mecânica)". E para quem tem o costume de espremer os cravos, principalmente os do nariz, pode além de machucar a pele, tê-los de volta em poucos dias. "Em casa, a melhor opção é o uso frequente de ácidos (três vezes por semana) e alguns cuidados de higiene, como usar filtro solar e hidratante específico para o tipo de pele. Lavar o rosto duas vezes ao dia é o suficiente. No caso das peles mais secas, o excesso de lavagens faz com que ela fique ainda mais ressecada".


Escolher um bom sabonete também é importante. Conforme Casagrande existem muitas opções que limpam a pele de maneira mais uniforme e profunda. A dermatologista geralmente indica sabonetes em mousse com ácido glicólico, por ter um efeito 3 em 1. "Limpa, retira a maquiagem e hidrata na medida certa". Mas tenha cuidado ao escolher qualquer produto, sempre peça indicação de um profissional, porque eles podem ressecar demais o rosto, levando o organismo a produzir ainda mais sebo e, conseqüentemente, favorecendo o aparecimento dos cravos e até espinhas.

Por Juliana Lopes

NENHUM COMENTÁRIO NO VILACLUB

Comente!

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas