Ventosaterapia

Ter, 04/08/2009 - 09h43

Ventosaterapia

Sem tecnologia necessária para curar os males do corpo, os povos mais primitivos usavam recursos da natureza de forma terapêutica. Materiais como chifres de boi ou gomos de bambu foram usados como ventosas para forçar a saída do sangue impuro, uma forma de ativar a circulação.

“Baseado no princípio oriental 'água parada apodrece’ foi criada a ventosaterapia. Ela parte do fundamento de que a resistência contra a doença pode ser alcançada, induzindo o corpo a se curar pela aplicação de ventosas em pontos dos 14 meridianos ou em nódulos de reação positiva”, explica Rodolfo Correa Lima, terapeuta holístico e professor do Cecth - Centro de Estudos do Corpo e Terapias Holísticas.

Segundo o terapeuta, a ventosa tem a propriedade de limpar o sangue com toxinas que se acumulam.

Publicidade

A estagnação do sangue coagulado, escuro e sujo, nos músculos das costas ou nas articulações é considerada pelas terapias Orientais como um dos elementos causadores de doenças.

Dessa forma, ela apresenta ótimos resultados em tratamentos para dores musculares, lombalgias, dor abdominal, hipertensão arterial, cefaléia, problemas digestivos, ou mesmo para desintoxicar o organismo. A pressão feita pelo terapeuta, em movimentos verticais e circulares, ativa a circulação, diminuindo as dores do corpo.

Geralmente, a ventosaterapia é associada a outros métodos, entre eles, massoterapia e shiatsu, como uma forma alternativa e nunca pode ser substituída pelo tratamento médico. Rodolfo alerta que a aplicação é contra-indicada em casos de câncer, convulsões ou cólicas, alergias na pele ou inflamações ulceradas. E também em áreas onde o músculo é fino ou a pele não é plana por causa dos ângulos e depressões ósseas, além da região lombar em gestantes.

“As ventosas devem ser deixadas no local somente até haver congestão local, geralmente entre 5 e 15 minutos. Primeiro são usadas pequenas agulhas com pontas triangulares sob a pele. Depois de retiradas, elas são usadas para puxar o sangue”. Após a aplicação é comum aparecer uma marca púrpura na pele sugada, o que é normal. “Se a marca for muito profunda, as ventosas não devem ser colocadas outra vez neste local”, alerta.

Durante a sessão, realizada em média por uma hora, são usadas ventosas de vários diâmetros, conforme a região tratada. Para o rosto, por exemplo, sempre são as menores, e assim por diante. Entre as mais conhecidas os modelos coreanas feitos de plástico e os chinesas de vidro com resistência térmica, próprios para serem usadas com fogo.

Rodolfo explica que a ventosaterapia também é bastante eficiente em tratamentos estéticos, para celulite e gordura localizada. “Conseguimos redução de 03 a 10 centímetros na medida da cintura, coxas e braços. Ativamos a circulação sanguínea e linfática, reduzindo a retenção de líquidos no organismo feminino. A ventosa associada com a massoterapia tem conseguido resultados impressionantes para redução da gordura localizada e, principalmente, das celulites”, comenta.

O professor alerta que é importante buscar um profissional habilitado, sempre um terapeuta holístico. Justamente por ainda não haver uma lei específica que regulamente o trabalho deste profissional, ele indica buscar um terapeuta que tenha a certificação de qualificação técnica expedido pela escola onde realizou o curso.

Apesar de não ser obrigatória a filiação, existem várias organizações de auto-regulamentação, como o Sindicato dos Acupunturistas e Terapias Orientais do Estado de São Paulo (SATOSP). “Tanto o certificado quanto a carteirinha de filiação funcionam como um Selo de Qualidade, o que indica que o profissional se compromete com as normas estabelecidas. Outra informação importante é que o terapeuta não está habilitado para aplicar sangrias, somente médicos”.


Casa sessão custa entre R$ 50,00 e R$ 100,00. "O Oriental diz que 'em uma árvore, nenhuma folha é igual a outra'. Por esta razão, o tratamento difere de uma pessoa para outra. Mas em vias de regra, usamos como parâmetro o tratamento de pelo menos 10 para atingir os objetivos", finaliza.

Por Juliana Lopes

Leia Também

Nenhum comentário no Vilaclub

Comente!

Especiais Vila Mulher

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

beyoncé 50 tons de cinza cortes de cabelo emagrecer posições sexuais
X
7 motivos para fazer um cruzeiro
7 motivos para fazer um cruzeiro Veja aqui por vilamulher