Câncer de mama - Doação de próteses mamárias de tecido

Câncer de mama  Doação de próteses mamárias de tec

Quando a mulher enfrenta um câncer de mama e perde o seio, mais do que a doença é tirada do corpo. A autoestima fica prejudicada e a feminilidade perdida no meio do medo de estranheza à própria forma. Quem opta ou não pode fazer a reconstrução da mama logo após a mastectomia pode contar com próteses de tecido, que colocadas no sutiã, devolvem à mulher um pouco daquilo que o câncer tirou.

Em São Paulo, uma iniciativa da Associação Feminina do Rotary Club foi mais longe e criou uma parceria que vem mudando a vida de muitas mulheres. Há cinco anos, a pedido da Afrosp, a marca de lingerie Hope vem doando tecido para confecção das próteses. Mas o trabalho é bem mais antigo. "O que mandamos para lá são metros de manta, em rolo, aquele material do bojo do sutiã. E elas mesmo que fabricam as próteses. É um trabalho muito bonito", diz Célia Bueno Trancho, estilista que marca.

Marisa Mendes Teixeira, que coordena o grupo de próteses mamárias da associação e está envolvida com a causa há mais de 15 anos, garante que não há qualquer fim lucrativo no trabalho que desenvolvem. Todas as mulheres participantes são voluntárias, 22 no total, e fazem cerca de 700 próteses por mês. Parte do material para confecção é doado, pela Hope e também por uma ex-paciente de câncer, que ajuda com as bolinhas de polipropileno, para o enchimento. Mas as etiquetas e as linhas ainda são compradas pela associação.

A Afrosp faz a doação das próteses prontas para hospitais públicos de São Paulo, como Pérola Byngton, centro de referência da mulher e de onde nasceu a ideia das próteses, Hospital de Clínicas e Brigadeiro, além de outros no interior do Estado. Uma parte delas é ainda enviada todos os meses para outras cidades. "Mandamos até para São Luis do Maranhão", comemora Marisa. Ela explica que o pedido é feito para a associação, que analisa e envia as próteses necessárias. "Muita gente não tem condições de comprar uma prótese, que custa R$ 90 pelo menos, ou não quer fazer mesmo fazer a reconstrução. Nosso trabalho é feito com muito carinho e amor para devolver a autoestima dessas mulheres. Já mudamos a vida de muitas delas".


Quem procura a associação, na própria sede, também é atendido. A Afrosp fica na Avenida Higienópolis, 996, 5º andar. O telefone é (11) 3829 2964. Independente se você precisa de ajuda ou quer ajudar, será certamente bem vindo!

Por Sabrina Passos (MBPress)

 

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

alimentaçãomassagemcelulitedrenagem linfáticaemagrecermusculaçãovarizestpmperder pesomenstruaçãoosteoporosedepressãotriglicéridesalongamentoansiedadehpvdietacolesterolacneabortocâncer de mamaautoestimaleg presssibutraminadieta detoxzumbasuco detoxdieta ravenna