Enxaqueca tem cura?

qua, 23/01/2008 - 11h18

enxaqueca

Assim como 12% da população mundial que sofre com a enxaqueca, você sente a cabeça pulsar, irritação nos olhos por conta da claridade e náuseas que os perfumes provocam. Além disso, um simples toque do telefone que mais parece uma sirene.

E nós, mulheres, somos maioria neste grupo, uma vez que estamos sujeitas a desequilíbrios hormonais capazes de interferir na química cerebral. "A relação é de três a quatro mulheres para cada homem", afirma o clínico Paulo Olzon Monteiro da Silva.

"A melhor explicação para essa diferença é o fato de a região cerebral que produz a dor de cabeça ser a mesma da menstruação. O cérebro do homem só fabrica testosterona, enquanto o das mulheres sofre duas modificações por mês. Durante uma fase produz estrógeno [estimulante do Sistema Nervoso Central] e, na outra, progesterona [calmante]. Essa mudança afeta o sistema límbico, que estimula a produção dos hormônios sexuais, podendo desencadear as crises de enxaqueca", prossegue Olzon.

Entre os mais de 150 tipos de dor de cabeça, reconhecidos pela Sociedade Internacional de Cefaléia, aquela enxaqueca com a dor latejante em apenas um dos lados da cabeça atinge 60% das pessoas. Muitas vezes, ela vem acompanhada por náuseas, vômitos e sensibilidade à luz, ruídos e cheiros forte

Essas crises podem ser classificadas em três categorias: leves, moderadas e graves. Em geral, as leves são resolvidas com medidas simples, como uma boa noite de sono. Já as moderadas e graves exigem auxílio médico.

Como tratar

Segundo Olzon, toda enxaqueca tem cura, desde que tratada de maneira correta, e isso passa pelo uso de fármacos indicados por especialistas. "O tratamento evoluiu muito nos últimos anos, especialmente com a chegada dos triptanos, uma classe de remédios que age diretamente no mecanismo da doença. Antes, eram empregados analgésicos comuns para aliviar as dores", diz o médico.

A neurologista Célia Roesler explica que, em muitos casos, é preciso tomar medicação para o resto da vida. No entanto, com cuidados adequados, é possível ao menos diminuir as crises em freqüência, intensidade e duração, mesmo que não se chegue à cura. "Normalmente, os resultados começam a aparecer só a partir do segundo ou terceiro mês”, conclui a especialista.

17 comentários no Vilaclub

Comente!
suely
seg, 04/11/2013 - 20h16 - reportar abuso

Enxaqueca tem cura sim. Eu mesma me curei depois de dez anos. Simplesmente eliminei o gluten da minha vida desde pão e macarrão. Deixe de consumir o gluten por dez dias seguidos e veja o resultado. Adeus enxaqueca.

responder ao comentário
graziela gregorio
seg, 23/09/2013 - 18h13 - reportar abuso

olá! sou graziela sinto dores de enxaquecas desde os meu 7 anos de idade sempre que a crise começa com vómitos me esqueço ate de nomes pessoas que estao perto de mim perco os movimentos de meus membros é doloroso passar por isso sempre tenho que ir para hospitais tomar medicamentos na veia soro e ainda tomo proponalol sem contar na demora no atendimentos nos hospitais. uma pergunta existe cura para enxaquecas? enxaquecauma crise pode chegar a matar?

responder ao comentário
muriel
dom, 08/07/2012 - 12h19 - reportar abuso

ola tenho 27 anos sofro de enxaqueca desde os 15 faco tratamento com o neurologista tomo uma injeçao de beta trinta uma vez por mes e comprimidos de tilex tenho enxaqueca quaze todos os dias dor forte,vomito e tontura e terrivel as vezes minha pressao cai tenho calafrios nao consigo viver literalmente ...

responder ao comentário
jose fabricio
seg, 07/05/2012 - 20h57 - reportar abuso

as pessoa falaf

fala mas nao fala se tem cura definitivo so fala oque causa a enchaqueca , mas nao fala que remedio ou tratamento vai cura-la

responder ao comentário
Lourival Pereira
seg, 07/05/2012 - 20h41 - reportar abuso

Tenho 69 anos e tenho enxaqueca desde criança, após completar 52 anos é que a enxaqueca intensificou, minha cabeça passou a doer todos os dias, depois do almoço, passei a tomar ormigrein desde 1995, tenho medo de lesões nos rins. Como não fabricam mais ormigrein passei a tomar enxaque, não resolve muito, mas alivia.

Mas um epsódio interessante está acontecendo com relação à minha enxaqueca, já há 7 dias estou tomando comprimidos de DECADRON para aliviar uma crise de sinosite e alergia. MInha dor de cabeça sumiu nesse intervalo, agora estou tomando somente um quarto de um comprimido de decadro de 4 mg (miligramas). Mas vou ter de parar porque não se pode tomar esse remedio indefinidamente e tambem não se pode usá-lo como profilático, porque causa vários efeitos colaterais.

Talvez por ser um poderoso antiinflamatóro daria ai sua eficácia no alivio da enxaqueca.

responder ao comentário

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

casamentoorgasmo femininodrenagem linfáticamusculaçãomaquiagempenteadostriglicéridessaladasansiedadecortes de cabeloorganizaçãopartobolo de cenourakama sutrabolo de chocolatebepantoldieta dukandieta detox