O Mal de Alzheimer

Sex, 14/03/2008 - 11h23

alzheimer

Os números assustam. Em todo mundo existem entre 17 e 25 milhões de portadores de Alzheimer, o que representa 70% do conjunto de doenças que afetam a população geriátrica. Ele atinge pessoas a partir dos 50 anos de idade, porém é mais comum depois dos 60.

Publicidade

Ainda não se descobriu a cura e também não há um exame específico para detectar o problema.
O Mal de Alzheimer deteriora algumas regiões do cérebro, que alteram o comportamento físico, mental, a linguagem, entre outros, levando a demência.

Essa doença prejudica a relação de sociabilização da pessoa, tanto da sociedade com a pessoa e vice-versa, pois o Alzheimer leva ao esquecimento de familiares, hábitos, lugares, entre outros.

Além dos cuidados médicos, o doente também precisa de muito carinho e atenção da família. Deonil de Oliveira, 75, pai da dona de casa Doeli Aparecida de Oliveira, 50, é portador do Mal de Alzheimer. Segundo Doeli, a família descobriu a doença há mais ou menos 08 meses. Viúvo, Deonil mudou-se para a casa da filha, que a adaptou para atender suas necessidades.

A dona de casa afirma que carinho e atenção são fundamentais: "Aqui em casa todos dão muita atenção a meu pai, aqui ele se sente amado", diz Doeli. Deonil também freqüenta diariamente um asilo no período da tarde. "Lá ele tem contato com outras pessoas e especialistas", completa Doeli.

Segundo a geriatra Regina Quintanilha de Almeida Vasconcelos, que atua na área há 14 anos, o Mal de Alzheimer possui três fases: a fase inicial, a intermediária (que se divide em leve e grave) e a terminal.

Fase inicial: há somente alguns esquecimentos que não atrapalham a convivência. O doente ainda é independente. Existem dois tipos de esquecimento: o esquecimento de uma pessoa normal e de um portador de Alzheimer. Por exemplo: uma pessoa normal lembra-se que esqueceu um lápis na mesa, já a pessoa que tem Alzheimer não lembra-se que deixou o lápis em cima da mesa.

Fase intermediária leve: o doente começa a depender de outra pessoa. Nessa fase ainda há momentos de lucidez. Trata-se de uma criança de mais ou menos de 08 anos, pois outra pessoa precisa lembrar de algumas rotinas, como tomar banho, por exemplo.

Fase intermediária grave: exige um cuidado intenso, porém o doente ainda pode ajudar em suas atividades. Nessa fase, há uma dificuldade maior de socialização e a perda de memória é mais intensa.

Fase terminal: o doente está completamente dependente de outra pessoa. Nesse momento, ele já está de cama, tem dificuldade em comunicar-se, alimentar-se, higienizar-se, entre outras. Muitos dos portadores não chegam a essa fase, pois morrem antes, devido a outras doenças, como diabetes, hipertensão, câncer, entre outras.

Não há prevenção para o Mal de Alzheimer, porém especialistas recomendam exercícios contínuos para o cérebro como leitura, palavras-cruzada, etc. Fique atento a todos os sintomas da doença, pois se for detectada no início, medicamentos poderão minimizar alguns dos sintomas da doença e assim oferecer ao paciente uma melhor qualidade de vida.

Atualmente, os asilos públicos tratam de portadores do Mal de Alzheimer, porém quando o paciente chega a determinada fase que exige cuidado intensivo não há recursos para a continuidade. Por isso o Mal de Alzheimer é um problema de saúde pública com custos sociais a serem levados em conta.

Por Renato Romani
Clínico geral especialista em medicina do esporte - CRM 99.950

3 comentários no Vilaclub

Comente!
Dom, 13/11/2011 - 21h57 - reportar abuso

Zeina,
Entre em contato comigo através do meu email:
claudiapaix@hotmail.com

ou participe da minha comunidade no orkut:
Alzheimer Cuidadores
o link é
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=1048427

responder ao comentário
wladima wladima
Sex, 15/10/2010 - 16h01 - reportar abuso

Minha mãe tem 75 anos e tem a doença Mal de Alzheimer eu e meus irmãos estamos sofrendo muito com está situação, nós somos em 05 irmãos, tres querem colocar ela em um asilo e duas não.Gostaria de saber mais sobre os cuidados que tenho que tomar com ela e comigo tbm, porque penso em ficar com ela direto mas sinto que as vezes eu não vou aguentar.Obrigada

responder ao comentário
luzia anselmo de oliveira luzia anselmo de oliveira
Qui, 12/11/2009 - 13h42 - reportar abuso

é uma pessoa que nao fala nao faz nada sozinha nao anda so alimenta de papas e liquidos

responder ao comentário

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza cortes de cabelo emagrecer posições sexuais
X
Hora de trocar o travesseiro
Hora de trocar o travesseiro Veja aqui por vilamulher