O que é blefaroespasmo?

sex, 24/10/2008 - 12h33

O que é blefaroespasmo

Piscar é saudável porque a lágrima limpa a córnea e neutraliza microrganismos que poderiam provocar infecções. Mas, em alguns casos, o ato de abrir e fechar os olhos pode caracterizar uma doença, o blefaroespasmo, cuja principal característica é piscar de maneira descontrolada e excessiva.

O blefaroespasmo atinge homens e mulheres a partir dos 60 anos. Normalmente, a doença começa de forma discreta e aos poucos vai se intensificando.

A pessoa pisca sem parar, a ponto de não enxergar. Segundo André Borba, doutor em Oftalmologia pela USP, o indivíduo com blefaroespasmo pode apresentar “cegueira funcional”, o que o incapacita para atividades normais do dia-a-dia, como dirigir, ler, escrever, cozinhar etc.

“Foi por meio do uso do botox em pacientes com blefaroespasmo que se descobriu o uso cosmético da substância”

Quando o tempo passa e o portador não encontra tratamento, a ansiedade aumenta. Muitos acham que o problema é psicológico e consultam especialistas. Artigos médicos

revelam que os doentes passam, em média, por três profissionais até obter o diagnóstico.

A literatura descreve também casos de indivíduos que, tomados por depressão, tentaram o suicídio. Segundo Borba, a divulgação da doença é importante por causa desse dado, pois o blefaroespasmo ainda é ignorado pela população.

Para o diagnóstico é necessário um minucioso exame oftalmológico que determinará se se trata de blefaroespasmo essencial ou secundário (provocado por problemas oculares).

A doença ainda não tem cura, mas é controlável com a injeção de toxina botulínica em pontos específicos nas pálpebras. “Em geral, observa-se o relaxamento muscular de 3 a 5 dias após a aplicação” afirma o especialista. O único inconveniente é que a aplicação tem

de ser repetida semestralmente.

Leia também: Óculos de sol - cuidados e recomendações! e Lentes de contato - cuidados com a higiene!

11 comentários no Vilaclub

Comente!
Deloir
ter, 13/12/2011 - 18h46 - reportar abuso

Tenho 37 anos, moro interior de MT, e tem uns três anos que estou com um problema sério em meu olho direito: começou com umas piscadas de leve e de repente foi repuxando, repuxando. Já fiz acupuntura, aplicação de toxina, mas nada deu muito resultado, e o pior, por todos o médico que já passei ainda não souberam me explicar se é blefaroespasmo ou espasmo hemifacial, por favor se alguém souber de algum tratamento clínico, homeupata, ou, até mesmo cirurgico, me ajude por favor, segue meu e mail para contato: prof_deloir@hotmail.com

responder ao comentário
Danielle
quin, 08/12/2011 - 19h42 - reportar abuso

Pessoal! Tenho 24 anos e desde os 22 tenho blefaroespasmo.... passei por momentos muito fortes de estress e desde então tenho esses espasmos faciais. Passei em muitos médicos e já achava que num teria mais jeito, eu num conseguia fazer nada. A única coisa que ajuda a melhorar é acupuntura, método que nem eu acreditava, mas como não tinha mais jeito, resolvi tentar e foi maravilhoso... hoje tenho mto poucos espamos. NENHUM remédio me ajudou. Qualquer esclarecimento, podem me contatar por e-mail. Terei prazer em ajudar... pois sei o quanto sofri e outros podem estar sofrendo tambem.

responder ao comentário
Danielle
dom, 30/09/2012 - 22h45 - reportar abuso

Meu e-mail: dani_varandas@hotmail.com

Fernanda
quin, 27/09/2012 - 07h40 - reportar abuso

Pode me passar seu e-mail minha filha de 7 anos temo mesmo problema.

Denise
qua, 19/09/2012 - 10h09 - reportar abuso

Por favor me ajude! Faço acupultura orecular. Não está adiantando. Minha vida perdeu o sentido. Depois de 13 medicos descobri a doença,. fiz aplicação de botox e não obtive muito resultado. Estou desesperada! Obrigada!

Danielle
ter, 08/05/2012 - 18h04 - reportar abuso

são colocadas agulhas na cabeça, no meio da testa, em volta dos olhos e eu descobri um fato interessante e a origem do meu problema... quando temos algum problema no fígado, a reação do organismo é nos olhos. No caso, as duas vezes que fiquei com o olho ruim, eu estava ruim do fígado e minha tia também tem a mesma coisa, então na acupuntura o médico colocava agulhas no braço, pés, barriga e canelas.

regina
ter, 08/05/2012 - 14h17 - reportar abuso

Meu pai sofre com essa doença faz uns 04 anos, no início pensamos que fosse uma inflamação nos olhos até que o meu médico oftalmologista nos falou dessa doença, ele fez uma cirurgia plástica nas parte superior dos cilios, mas não ajudou muito, há dois anos está fazendo tratamento pelo SUS com botox, mas vc sabe como é o serviço público no nosso país, tenho muito medo que o meu pai caia em depressão, pois apesar da idade, 73 anos, é um homem muito ativo, e o medo é maior ainda, pois minha mãe tem Alzheimer, gostaria que vc pudesse me dar mais informações sobre o tratamento com a acupuntura.

Angélica
sex, 06/04/2012 - 11h52 - reportar abuso

Danielle qual seu e-mail para entrar em contato. Gostaria de mais informações, meu pai tem a mesma doença. Desde ja grata! Angélica

lourdes melo
dom, 18/12/2011 - 10h39 - reportar abuso

Pe4lo amor de Deus, minha amiga me4 diga o que vc fez em acupuntura.Eu faço mas nunca fiz no rosto,há 05 dias fiz aplicação de botox, mas não vejo melhora.Aonde o médico colocava as agulhas? olha é um horror esta doença.

lourdes melo
dom, 18/12/2011 - 10h19 - reportar abuso

Pe4lo amor de Deus, minha amiga me4 diga o que vc fez em acupuntura.Eu faço mas nunca fiz no rosto,há 05 dias fiz aplicação de botox, mas não vejo melhora.Aonde o médico colocava as agulhas? olha é um horror esta doença.

Newton C Braga
sab, 18/12/2010 - 04h46 - reportar abuso

Tenho blefaroespasmo desde os 54 anos de idade (estou com 67). Depois que aceitei que não tem cura (por enquanto), deixei de ficar irritado por causa da doença. Isto foi depois de tentar todo tipo de tratamento, inclusive o uso de botox (durante 3 anos; já não uso mais, nunca fez efeito real, apenas facilitava para eu abrir os olhos com os dedos). Sou um dos 30% de casos em homens.

responder ao comentário
Renato
qua, 27/10/2010 - 14h19 - reportar abuso

No meu caso, descobri que era o consumo de café que me causava os espasmos. Parei com o café e se foram os espasmos. Faça um teste: pare com o café ou qualquer outro estimulante por um tempo.

responder ao comentário
rosimeire
ter, 17/08/2010 - 17h53 - reportar abuso

MEU PAI APARECEU COM OS SINTOMAS DE PLEFARO ESPASMOS SÓ QUE ESTÁ PIORANDO OS MOVIMENTOS ESTÁ NA BOCA E NO NARIZ. QUERIA SABER SE ESTÁ DORNÇA SE ESPALHA E QUAL É O MELHOR TRATAMENTO QUE EXISTE NO BRASIL OU FORA PARA ESTE PROBLEMA PODEM ME AJUDAR?

responder ao comentário
Newton C Braga
qua, 09/03/2011 - 15h35 - reportar abuso

Depois de alguns anos, começou a provocar movimentos involuntários constantes na garganta e na face. Houve época que chegou até meus ombros, mas isso desapareceu. Incomoda muito, mas a intensidade é variável. Em alguns dias, reduz bastante. Procure literatura especializada. Encontrei na Internet, faz algum tempo, um trabalho de uma médica que descrevia à perfeição todos os sintomas que tive, desde o início. Pena que não consegui encontrá-lo mais.

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinzabeyoncé 50 tons de cinzabolo de cenourabolo de chocolatecabelos curtoscortes de cabeloescova progressivamaquiagemtrançasunhas decoradas