Síndrome do Pânico

ter, 09/12/2008 - 16h39

Sindrome do Pânico

Em alguns momentos da nossa vida “há males que vem para bem”, principalmente quando isso ajuda no diagnostico de uma doença, como a Síndrome do Pânico.

Foi o que aconteceu com Ana Paula Caxias, de 28 anos. "Sempre fui uma pessoa muito ansiosa. Em um determinado dia, meus patrões viajaram e apenas eu estava no trabalho. Sem mais nem menos, comecei a estranhar as sensações que vinham de dentro do meu corpo. Fiquei morrendo de medo, pois achava que estava tendo um ataque cardíaco. Meu coração ficou acelerado, meus braços dormentes, entre outras sensações horríveis. Deixei tudo no escritório e saí correndo. Quando cheguei em casa, melhorei", relembra Ana.

Algumas vezes os sintomas aparecem após uma experiência traumática, na qual a pessoa se sentiu indefesa ou humilhada ou sem possibilidade de reação. Um assalto, seqüestro ou acidente, por exemplo", diz a especialista.

De acordo com a psicóloga Margareth do Reis, de São Paulo, muitas vezes as primeiras crises da chamada Síndrome ou Transtorno do Pânico aparecem subitamente, em situações normais e habituais. A maioria das pessoas não apresenta todos os sintomas citados, mas sente medo da próxima crise.

Os episódios podem vir acompanhados de sensações de desmaio, falta de ar, tremor, fraqueza nas pernas, ondas de frio ou calor e tontura. Normalmente, a pessoa que sofre desse distúrbio costuma passar por cardiologistas, clínicos, hospitais e laboratórios, mas, na maioria dos casos, não apresenta nenhum problema físico. Ana Paula é um exemplo. "Fiz um check-up em diversos médicos e nada constava. Foi nesse momento que decidi procurar um psiquiatra. Ele me passou antidepressivo e, posteriormente, comecei a fazer terapia. Faço tratamento há oito meses com medicamentos, mas ainda tenho medo de lidar com a situação", diz.

Para o psiquiatra Rubens Pitliuk, após passar por muitas crises, a pessoa pode não ter mais os sintomas físicos típicos, mas ainda sente medos por ela própria classificados como “inexplicáveis”. São as fobias sociais, como, por exemplo, o receio de dirigir, participar de reuniões, viajar, ficar sozinha ou em locais com grande concentração de público.

Tratamentos

O tratamento da Síndrome ou Transtorno do Pânico consiste basicamente em duas etapas. "Primeiramente, acabar com os sintomas físicos, os quais costumam passar rapidamente com a ajuda de certos medicamentos. Nessa fase inicial, a psicoterapia sozinha ajuda muito pouco", explica o médico.

O segundo passo, ainda de acordo com o psiquiatra, é pôr fim às fobias. "Nessa fase, o tratamento mais eficaz é uma combinação de medicação com psicoterapia, principalmente a Psicoterapia Breve Focal, que consiste em poucas sessões para ajudar o paciente a mudar de atitudes, sair de situações difíceis e, principalmente.ver os problemas com mais objetividade, ficando, portanto, mais fáceis de serem resolvidos", conclui Pitliuk.

16 comentários no Vilaclub

Comente!
Mary
seg, 30/04/2012 - 13h46 - reportar abuso

Amigos, sei muito bem o que é sofrer com síndrome do pânico, mas o principal não é discutir como se dá e não porque se dá, mas sim ENFRENTAR, enfretar e ser bravo todos os dias! Se tens medo de sair na rua, SAIA e pense, antes de síndrome do pânico vc tinha medo de sair na rua? NUnca, afinal vc não pensava nos medos e perigos. Se tem medo de comer alguma coisa e se sentir mal, COMA enfrente, veja que depois de comer uma, duas, três vezes NADA terá acontecido. Se tem medo de ficar sozinha, ENFRENTE FIQUE SOZINHA (O)! Tudo é uma questão de se expor e perceber que nada de mal acontece. Verás como isso vai ajudar! Tem que ser perseverante, mas no final o resultado compensa! A VIDA É BELA SE NÃO SE TEM MEDO DELA Chaplin!

responder ao comentário
Anonimo
qua, 29/02/2012 - 11h06 - reportar abuso

Eliana , faça isso que Shirley falu. vai a uma igreja remedio nenhum vai curar isso ! Tenha fé em Deus que td resolverá ! Pode ter certeza! Vai a uma igreja evangelica e pede orações a pastores e pastoras ! Vc vai se sentir melhor mt rapido pode ter certeza! isso e o inimigo querendo acabar com nossas vidas entao nao deixa naao mulher? pra quer ter medo dele . Se TU TENS UM DEUS QUE NUNCA FALHA E NUNCA DESISTE DE TU ! DEUS TE ABENCOE QUERIDA ! EU JA TIVE E CUREI COM ORAÇÕES O INIMIGO NAO ME DEIXA CAIR MAIS! BJS

responder ao comentário
eliane silva
ter, 28/02/2012 - 00h44 - reportar abuso

GENTE,EU TENHO ESSA MALDITA SINDROME DO PANICO DESDE QUE MEU FILHO NASCEU.ELE JA VAI FAZER 12 ANOS CHEGO A FICAR CANSADA DE TANTO IR A MEDICOS(cardiologista,clinicogeral,psiquiatras,psicologos e ps sempre com a pressao alta,a ultima vez minha PA estava 20x10 ) HOJE NAO TENHO CRISES MAS AINDA NAO CONSIGO TER VIDA SOCIAL E VER MEU FILHO CRESCER SEM SENTIR MEDO DO SPROXIMOS MINUTOS. MAS VOU VIVENDO UM DIA APOS O OUTRO !

responder ao comentário
Shirley Ap.Toledo Gonsales
ter, 28/02/2012 - 17h50 - reportar abuso

Querida eu sei q é dificil ,tbm ja faz um tempão q faço tratamento,nao tenho mais crises,mais ainda tomo remedios,e de vez em quando da um ameaço,mais eu te falo o q me ajudou foi a ida na igreja meu medico q mandou,nao sei se vc é catolica se for ,procura na sua cidade o grupo de oraçao ...carismatico...foi o q me ajudou só Jesus ...fica com DEUS

Valdilene Alves Ramos
sab, 25/02/2012 - 22h48 - reportar abuso

ola eu tenho esse problema a 2 anos sinto como se o meu espirito fosse sair do meu corpo tm revotril e donaren retard mais tem dias qu tudo volta e o medo toma conta de mim tenho uma dor muito forte no braço esquerdo qu vai para o peito ai amigos tudo volta ja fiz todos os enxames de coraçao e nao deu nada por favou se alguem sente esses sintomais por favor me escreva meu e-mail e valdeoya2010@hotmail.com obrigada um abraço

responder ao comentário
thais ribeiro antonio
qua, 16/11/2011 - 14h00 - reportar abuso

boa tarde.... em primeiro lugar quero dizer que sofri por muito tempo com essa sindrome,mas digo para todos,não percam a esperança pois essa é só uma faze ruim que passa por nossas vidas. não estou curada 100% mas minha vida esta muito mellhor depois que descobrir o que pertubava. um conselho para todos que sofrem com essa sindrome,procure não ficar dependendo de remedios pois o problema esta dentro de sua cabeça, procure dentro de vc.tudo vai dar certo, comfie em si proprio.

responder ao comentário

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas