Quero mudar de carreira!

quin, 23/09/2010 - 05h08

Quero mudar de carreira

F. tem 40 anos de idade e há vinte ingressou no mercado de trabalho. Formada como enfermeira, dedicou quase 10 anos de sua vida profissional aos cuidados de pacientes em clínicas e hospitais. Ganhava um bom salário, mas começou a sentir vontade de mudar de carreira! É que há algum tempo vinha se interessando por uma área completamente diferente da que tinha imaginado seguir por toda a vida. Não teve dúvidas: começou a investir na carreira de advogada! Largou o emprego estável como enfermeira e entrou na faculdade de Direito. Antes de terminar o curso já tinha iniciado um estágio e, daí por diante, deslanchou na profissão.

"Vejo que mudar de carreira trouxe uma experiência enorme para minha vida profissional. Claro que fiquei com medo de começar tudo de novo. E se não desse certo? Mas não me sentia velha para iniciar uma nova profissão. Acho que valeu a pena!".

Começar uma nova vida profissional em uma área completamente diferente é um desejo mais comum do que se imagina. E, acredite, não há nada de errado nisto!

"Nunca é tarde para recomeçar! Um exemplo que retrata muito bem esta situação é meu pai, que começou a desenvolver uma nova carreira aos 50 anos e permanece na área há tanto tempo quanto esteve na profissão anterior", diz Gustavo Chierighini, fundador e publisher da Plataforma Brasil, empresa especializada em informações e conteúdos de inteligência empresarial.

Segundo Chierighini, que também é colunista aqui do Vila Sucesso, um dos fatores que contribuem para o desejo de mudança é o processo de idealização das carreiras.

"O perfil ideal de uma carreira pedido por empresas é completamente fora da realidade. Eu mesmo não acredito que este perfil exista. E quando o profissional se dá conta disto, quando vê que a distância entre o ideal e o real é imensa, acaba desejando mudar de profissão".

Outro fator, ele ressalta, envolve o amor pela carreira escolhida. "A sociedade atual dá imenso valor ao desenvolvimento da carreira profissional. A maior parte do nosso tempo é dedicada ao trabalho, por isso, precisamos gostar daquilo que fazemos. Caso contrário, a vontade de mudar será natural".


Se este é o seu desejo, não se esqueça: o sucesso da mudança depende de um bom planejamento! O primeiro passo, diz Gustavo Chierighini, é identificar corretamente sua aptidão. "Depois disso, é preciso buscar a capacitação necessária".

E se você ainda se preocupa com o fator "idade", aqui vai um incentivo. "O preconceito em relação à idade no mercado de trabalho tende a diminuir cada vez mais. As expectativas de tempo e qualidade de vida já são maiores e as chances de obter sucesso na nova profissão acabam por aumentar!", ressalta Chierighini.

Por Adriana Cocco

2 comentários no Vilaclub

Comente!
ione
sab, 12/05/2012 - 20h46 - reportar abuso

sou baba mas fiz um curso de auxiliar em farmácia preciso me atualizar devo sair desse trabalho para me melhorar .me responda com clareza .

responder ao comentário
swiss flor
ter, 19/10/2010 - 13h23 - reportar abuso

Eu no Brasil estudei areas humanas, e aqui nos Estados Unidos, estou indo na area saude. A mudanca ocorre, isso é verdade.

responder ao comentário

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas