Tarifas bancárias: saiba como evitá-las

seg, 13/06/2011 - 14h55

Tarifas bancárias saiba como evitálas

As tarifas bancárias são os valores que as instituições financeiras cobram por determinados serviços. Porém, alguns destes gastos podem ser evitados caso o cliente fique atento e use sua conta de forma coerente. Dentre as tarifas estão o cadastro, a emissão de cheques, consultas a saldos, extratos, transferências entre bancos e, claro, o cheque especial e o crédito.

O consultor financeiro do Instituto DSOP Reinaldo Domingos explica que não há nada de errado nessas tarifas, tendo em vista que tais instituições sobrevivem exatamente dessas cobranças de juros e taxas de serviços. Neste caso, fica a cargo do correntista estar atento sobre como eliminá-las de seus gastos mensais.

"Antes de tudo, é preciso avaliar o quanto está ganhando, qual sua fonte e se ela é única ou não. A pessoa que tem apenas uma fonte de renda deve ter somente uma conta, porque é preciso limitar os gastos nas taxas das instituições. No caso de um autônomo com rendas variadas é permitido até duas contas-corrente, nada além disso", acrescenta.

Escolher bem o banco também é fundamental. Segundo o consultor financeiro, vale fazer uma boa pesquisa antes de definir qual a melhor instituição, porque elas possuem tarifas e juros diferentes, bem como diversas possibilidades para o seu perfil de correntista. Outro ponto importante é compreender que os bancos atuam e cobram de acordo com o cliente, por isso, procure ter uma boa relação com o seu gerente. Em casos de contas mais antigas, geralmente as tarifas são cortadas automaticamente, graças ao tempo de fidelidade.

Para quem pretende evitar os gastos com extratos, consultas e transferências, a melhor opção é o internet banking, tipo de serviço sem taxas extras de funcionamento. "Uma boa dica é seguir uma instituição na qual boa parte das pessoas que você costuma fazer transferências está, porque é possível movimentar o dinheiro sem nenhum gasto a mais", afirma Domingos.

Já nos casos do cartão de crédito e do cheque especial, os cuidados devem ser redobrados. Nestes serviços, o dinheiro usado pelo cliente é do banco, fazendo com que as taxas de juros sejam cobradas sempre que o devido pagamento atrase ou entre em parcelamento.

"As pessoas compram dinheiro por meio financeiro e 53% delas gastam mais do que recebem. Existe a falsa ideia de que não é preciso ter saldo, basta ter o cheque especial e o crédito consignado. Elas acham que banco bom é aquele que dá dinheiro e passam a viver com algo que não as pertence. Sempre que acontece isso, a cada mês é cobrado cerca de 10% de juros em cima do que já está devendo", revela o especialista.

Livre-se deste tipo de problema. Evite usar o crédito das instituições, a não ser que realmente possa pagar tudo no prazo. Não gaste o que não pode, porque só pagam essas tarifas quem pega dinheiro emprestado. Em geral, quem usa apenas o que está na conta corrente tem gastos muito inferiores. Fuja da cadeira do endividamento, afinal, a cada sete meses, você acaba dobrando o valor de que precisa pagar ao banco.

Além disso, sabe aquele dia em que você não tem nenhum dinheiro na carteira e acaba recorrendo aos caixas eletrônicos 24 horas? Existe uma tarifa neste serviço, incluindo o saque da conta-corrente. Para cortar tais gastos, procure os caixas eletrônicos dentro das agências, pois são isentos destas taxas. "Falta de dinheiro no bolso também é desorganização financeira. Uma pessoa só recorre aos caixas 24 horas quando não se programa. O maior problema não é nem a tarifa, mas o risco de assaltos que existem", afirma Domingos.


Por isso, antes de perder seu dinheiro com algo que é possível evitar, faça uma boa pesquisa e alie-se ao seu banco, afinal, ele não é seu inimigo e sim um parceiro que guarda o seu dinheiro. Busque o local certo para o seu perfil de correntista, lembre-se de não gastar além do que ganha, procure sempre guardar um pouco do salário para fazer uma viagem ou comprar algo e, principalmente, conscientize-se que é você quem pode controlar o quanto vai ou não pagar de tarifas bancárias.

Por Carolina Pain (MBPress)

NENHUM COMENTÁRIO NO VILACLUB

Comente!

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinzabeyoncé 50 tons de cinzabolo de cenourabolo de chocolatecabelos curtoscortes de cabeloescova progressivamaquiagemtrançasunhas decoradas