filhos

Meu filho diz que eu "SOU UMA VIAGEM,PORQUE SOU UM AVIÃO".Então me ajudem a DECOLAR!!!

Meu filho me surpreendeu quando criou um vídeo para me homenagear. Fiquei envaidecida!!! Mas qual mãe não ficaria,se o filho a chamasse de "AVIÃO"????? O legal é que se o vídeo dele for bem votado no site da promoção,poderemos ganhar uma viagem para OS DIAS DAS MÃES. Então resolvi divulgar o VÍDEO e conseguir alguns VOTOS. Vou tentar ser breve e explicar o porquê da minha animação em GANHAR UMA VIAGEM AO LADO DO MEU FILHO. Aos 16 anos me tornei Mãe.Quando lembro daquele bebezinho tão pequeno e frágil,vejo que Eu e Meu Amado Filho crescemos juntos.José Víctor,um presente enviado do céu e acolhido com muito amor em meu coração.Com ele eu aprendi a Vencer Obstáculos,Enfrentar Preconceitos,Superar Dificuldades,a Valorizar ainda mais o AMOR de MÃE.Ao tê-lo,me tornei um MISTO de Menina e Mulher........."Menina que Sonha".......e........"Mulher que Realiza".Ele mesmo sem saber de NADA,me Ensinou a Ser Mãe!!!!!!Me mostrou a definição da palavra AMOR!!!Causou mudanças não só no meu corpo,mas no meu modo de VER a VIDA.Ele me mostrou que VIVER é muito mais que EXISTIR!!!!!!!!! EU GOSTARIA MUITO DE GANHAR ESSA VIAGEM AO LADO DO MEU FILHO!!!! PARA QUE JUNTOS,PUDÉSSEMOS CONHECER NOVOS LUGARES e INTENSIFICAR AINDA MAIS ESSE ELO DE AMOR!!!, O vídeo pode ser visto no youtube ou aqui mesmo no meu PERFIL no VILAMULHER http://www.youtube.com/watch?v=Hr_l0rFATQs Mas para votar tem que ser no site da promoção http://www.comprafacil.blog.br/dia_das_maes/index.php?acao=lista&url=lista&p=4 CONTO COM VCSSSSSSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!!! Leia mais

Seguir meu coração ou meu destino???

Fui casada por 18 anos com um homem egoista, que me traiu, não queria nada com o trabalho e até violência fisica já tinha rolado entre nós. Sou organizadora de eventos e nos ultimos 2 anos antes de me separar já sustentava meus três filhos sozinha. Aliás, vivia literalmente sozinha. Apesar de achar que eu era psicologicamente presa a ele, pois ele fazia questão de me esculaxar e deixar claro que eu não ia arrumar nada com quase 40 anos e três filhos, decidi enfim, me separar. Passei quase 2 anos sem ninguém e me encontrava as vezes com meu ex para namorar, pois a única coisa que eu "achava" que ainda era bom era cama. Até que no Reveion de 2009, por ironia do destino, fiquei ilhada numa casa em Angra dos Reis e me deu a oportunidade de conhecer melhor um carinha que ao meu ver tinha sido coisa do destino na minha vida. Lindo, educado e tb. apaixonado pelo meu trabalho(coisa que meu ex odiava). Não demorou muito a eu me apaixonar literamente e me entregar de corpo e alma e esse amor. Vivi os 4 meses mais felizes e infelizes da minha vida. Foi uma paixão avassaladora onde vivi cada minuto, viajei, passeei, me diverti e nunca me senti tão viva, tão mulher, tão feliz em toda a minha vida! Literalmente, chutei o pau da barraca! Eu era uma Workaholic, viciada em trabalho 24 hs por dia e só quando me apaixonei é que pude perceber que trabalhava demais para esquecer minha vida infeliz. E assim, não queria mais saber de fazer festas, viitar clientes... vivi minhas "9 semanas e 1/2 de Amor"... Ao mesmo tempo, meus pais não aprovaram meu novo amor e jogavam meus filhos contra mim. Meu ex assim que descobriu resolveu me mostrar o quanto ainda me amava, e fez da nossa vida um inferno. Me perseguia, me ameaçava, enchia a minha cabeça e a dele a ponto dos dois sairem aos tapas. Foram quatro meses de luta, amor e sofrimento. Só melhorou um pouco quando fui a delegacia e dei arte do meu ex. Paguei caro por viver este amor. A esta altura, já chegando os 4 meses de convivência, percebi que o dinheiro estava saindo e que havia parado de entrar. E tive um tiro de misericordia qdo uma cliente desistiu de casar e me pediu parte do dinheiro de volta. Quando fiz minhas contas, já estava com um rombo de 20 mil na minha conta por pura irresponsabilidade minha. Esse dinheiro, teria que ser usado em dois eventos consecutivos que eu teria que fazer. Fiquei DESESPERADA... não podia contar com meus pais, pois eles eram meros aposentados. Não podia contar com meu irmão, pois tinha acabado de se endividar até o pescoço com a compra do seu primeiro apartamento. A essa altura, já tinha ficado sabendo que meu ex marido estava bem financeiramente, que Pasmém, tinha virado evangélico e que já andava "mandando" reacados a todos que me conheciam que ele orava para que tivesse a familia de volta e que me aceitaria "seja como fosse". Ali lembrei o tempo que passei bancando tudo sozinha, sem se quer um tostão de penssão. Imaginava eu chegando paa os meus pais e dando um dsgosto desses, pois era capaz até deles morrerem de tanta tristeza. Sem contar que iriam colocar a culpa toda no meu namorado, que infelizmente mal tinha recursos para se sustentar. Mas não posso em momento algum dizer que fui explorada, pois ele me ajudou em tudo na medida do possível. Decidi então que voltaria para o meu ex, caso ele aceitasse "cobrir" meu rombo financeiro. Chamei meu namorado, me abri e comuniquei minha decisão. E só eu sei o quanto sofri para chegar a essa decisão. Choramos muito e ele logicamente não aceitou. Pediu pelo amor de Deus para que eu não tomasse essa atitude, pois seria como nadar, nadar e morrer na praia. Justamente agora que estávamos "começando" a viver em paz, sem meu ex assombrando e nos ameaçando. lembrou o quanto ele foi canalha, sujo e tudo que ele me fez em 18 anos. Me alertou que jamais me perdoaria pela aquela decisão que eu estava restes a tomar. Mas não tinha o direito de magoar meus pais desta maneira, de sumir e não fazer os dois eventos nos quais já estava pagos e as pessoas confiaram os sonhos em mim. Ele pirou coitado. Ficava repetindo a todo o momento que dava um jeito, e que se ele esteve ao meu lado nos momentos de alegria, que me ajudaria agora e se envolveria ate co agiota se fosse preciso. até encarei aquilo como uma prova de amor, mas eu jamais poderia deixar ele arruinar a vida por mim. Me disse que eu estaria "me vendendo" já que eu não amava mais meu ex marido. E de certa forma, ele tinha rasão. Sai dali arrasada. Liguei pro meu ex, perguntei se realmente ele me aceitaria seja como fosse e arquei um encontro pessoalmente. Já faziam uns 15 dias que nós não nos víamos, desde a queixa na delegacia. Encontrei um homem calmo, tranqüilo, carinhoso nas palavras. Um verdadeiro milagre de Deus. Hoje, posso dizer que acredito em Milagre. Depois de contar tudo e pedir que ele me ajudasse e que eu voltaria para casa. Eu esperava no m´nimo uma piadinha. Mas ao Invés disso, escutei um pedido de desculpas, por ter deixado nosso casamento chegar ao ponto que chegou. O sexo foi pessimo e me senti violentada. Foi uma dor fisica e emocional que eu jamais imaginaria que pudesse sentir um dia. Hoje, após dois meses que se passaram, já não sei mais o que pensar. Continuo a chorar em alguns momentos e a pensar se isso foi um aviso do destino ou um presente de Deus para que eu recontrua minha familia. Não sei mais o que pensar ou o que fazer. Queria poder me mudar para um lugar onde ninguem me conhecesse e tentar, quem sabe um dia amar de novo meu marido. Mas aqui estou vivendo um inferno, pois tdos que nos conhecem sabem tudo o que aconteceu e vivem me trazendo noticias do meu amor, que ele pergunta por mim e quer saber se ainda estou casada e como está minha vida. É uma tortura para nós três. E estamos absurdamemente endividados, sem condições nnhuma de uma viagem ou uma mudança tão cedo. Ele precisou pegar emprestimo no banco e se endividar no cartão de credito para pagar tudo que eu precisava pagar. Por outro lado, me sento pessima e minha consiencia sofre por não parar de pensar no homem que amo de verdade. Tenho vivido momentos de muita dor. Leia mais
Copyright © 2020 e-Mídia Precisa de ajuda?