As dúvidas dos jovens sobre sexo

As dúvidas dos jovens sobre sexo

Adolescentes de hoje tem muito mais informações sobre sexo que as gerações anteriores. O interesse pelo assunto é grande, mas, apesar do bombardeio de notícias, as dúvidas a respeito do assunto sempre rondam a cabeça deles.

“Será que eu saberei quando chegar a minha hora ou devo perder a virgindade porque minhas colegas me cobram? Vai doer e sangrar bastante? E se não sangrar, o que ele vai pensar? Eu posso engravidar se ele ejacular sobre a minha calcinha? Aids se pega pelo beijo? Será que eu vou ter esse tão falado orgasmo?”, questiona a maioria do público feminino, segundo a urologista e terapeuta sexual Sylvia Faria Marzano.

“O sexo feminino ainda é culturalmente moldado para se envolver e aflora antes que o masculino. Já o sexo masculino, na idade em que começa a vida sexual (entre 14 e 18 anos), apenas encara o sexo de maneira visual. Para eles, o assunto maior são as mulheres e suas dúvidas são mais relacionadas ao tamanho do pênis e masturbação (se pode ou não, se vai ficar mais fraco)”, conta a terapeuta sexual.

Já o questionamento em relação à prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis e gravidez depende muito da classe sócio-econômica do adolescente. Isso se aprende na escola, em palestras e no núcleo familiar, mas o jovem sempre acredita que com ele nada disso vai acontecer. A menina se acanha para pedir que o parceiro use preservativo, pois tem medo de rejeição. Para o menino, que se coloca como um “super-herói”, nada de mal vai acontecer em uma só vez.

De acordo com Sylvia, nas classes sociais mais baixas pode faltar um projeto de vida para grande parte dos jovens. Por isso, algumas meninas chegam até a achar que é um status estar grávida. “Nas escolas, os educadores deveriam dar uma grande importância para o ensino de como lidar com seu corpo, reforçar como o estudo é importante mesmo que a pessoa não vá fazer uma faculdade, quais serão as implicações de uma gravidez precoce na vida do jovem, entre outras coisas. Não só ensinar a usar camisinha”, completa.

Para ajudar as mães que têm filhos na idade desses questionamentos, Sylvia Marzano responde as principais dúvidas dos adolescentes sobre sexo:

Eu devo perder a virgindade porque minhas colegas me cobram ou quando achar que chegou minha hora?

O ideal é que a jovem sinta-se segura que formou um vínculo afetivo (não precisa ser amor) com aquele rapaz para quem vai se entregar e sinta-se bem erotizada no momento. Deixe acontecer, pois na hora certa você vai saber!

Será que vai doer e sangrar bastante?

Normalmente, se a mulher estiver excitada pelas carícias feitas pelos dois e estiver lubrificada, pode ocorrer só um desconforto momentâneo, que vai desaparecer principalmente se houver aquele envolvimento entre o casal. Quanto ao sangramento, existem muitos hímens que são tão finos que não sangram. Se isso ocorrer, serão certamente só algumas gotinhas que irão misturar-se com as secreções vaginais.

E se não sangrar, o que será que ele vai pensar?

Sangrar não é obrigatório para quem perder a virgindade. Ainda existem os hímens complacentes, que comportam o pênis inteiro sem romper-se.

Será que eu posso engravidar se ele ejacular sobre a minha calcinha?

Não. É preciso que o sêmen penetre na vagina para que isso ocorra. Mas se ejacular na entrada da vagina, isso às vezes pode ocorrer.

AIDS se pega pelo beijo?

Dificilmente. Para que isso ocorra, é necessário que aquele que não tem o vírus HIV tenha algum ferimento no interior da boca ou nos lábios e o contaminado tenha uma quantidade de vírus bem grande na saliva. É muito difícil ocorrer em tecido sadio.

Será que eu vou ter esse tão falado orgasmo?

O orgasmo, em geral, já pode ser alcançado na adolescência, quando as meninas tocam seus genitais (masturbação). Quando ocorrer a relação sexual, pode ser que na primeira vez ele não ocorra, pelo desconhecimento e pela ansiedade que a jovem apresenta no momento. O orgasmo melhor vai ocorrendo conforme a mulher conhecer seu corpo e o casal se adequar nas carícias. É um aprendizado, mas não pode esperar que o parceiro dê o orgasmo. Ele não é adivinho! Primeiro você tem que conhecer seu corpo.

Eu vou ficar mais fraco se me masturbar (meninos)?

Não ocorre fraqueza, mas sim uma questão de obsessão por se masturbar a todo instante. Se isso não ocorre e o jovem for comedido nas masturbações diárias e sentir-se bem, nada vai ocorrer.

Fonte - MBPress

 

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

casamentogravidezsexoseparaçãoorgasmo femininoemagrecermaquiagempenteadosansiedadedietacortes de cabeloamamentaçãoinício das aulaspartoabortobolo de cenouraformaturadecoração para festa infantilauxílio maternidadedecoração para quartopensão alimentícia