Dicas para o banho de sol do bebê

Seg, 03/10/2011 - 11h05

Dicas para o banho de sol do bebê

O banho de sol é muito importante para o desenvolvimento do bebê. O bebê, até os seis meses, deve tomar sol pela manhã, bem cedo, antes das 10h, e no fim da tarde, após as 16h. E você sabe como proceder para o banho de sol do seu bebê ser bom para ele? Vila Filhos dá algumas dicas.

Publicidade

A dermatologista Cristine Carvalho, diretora do CDE - Centro de Dermatologia e Estética, explica sobre o banho de sol do bebê. "Para a produção da vitamina D, apenas 10 minutos de sol já são suficientes para que o corpo produza esta substância em quantidades apropriadas. Não há necessidade de deixar o nenê no sol por muito tempo", explicou.

A dermatologista recomenda que o bebê não fique só de fraldas e, principalmente, sem roupa, durante o banho de sol, pois a pele muito fina do bebê pode queimar facilmente. "O bebê só deve começar a fazer uso de protetores solares, a partir dos seis meses de idade. A recomendação visa prevenir irritações e intoxicação no bebê", alertou.

Após os seis meses, o uso do protetor solar deve ser adotado sempre que a criança estiver exposta ao sol, independentemente da estação do ano. "Os raios UVB que deixam a pele avermelhada e causam a queimadura solar são mais intensos no verão; mas os raios UVA, que podem causar câncer de pele e envelhecimento precoce, são constantes durante todo o ano, daí a necessidade de utilizar o produto o ano todo", destacou a médica.

Para crianças acima de um ano, passe o protetor sempre que ela for realizar uma atividade ao ar livre. "Protetores solares infantis não devem apresentar fragrâncias fortes ou cor. Devem ser dermatologicamente testados e apresentar proteção UVA e UVB. Crianças alérgicas devem usar protetores solares hipoalergênicos", recomendou.

Além de filtro solar é necessário adotar outras medidas para evitar a pele vermelha e as queimaduras após a exposição ao sol. "O kit básico para exposição ao sol, na praia e na piscina, inclui boné, camiseta e guarda-sol (ou ombrelone). É importante evitar longos períodos em locais que refletem a luz do sol, como a água do mar, da piscina e a areia da praia", observou Cristine.


A desidratação precisa ser evitada durante a exposição solar. "Devido ao calor, a pele transpira, eliminando água e sais minerais. Repor líquidos é extremamente importante. Ofereça água, sucos ou água de côco, com freqüência, para evitar diarréia e vômito, sintomas mais comuns da desidratação", recomendou a dermatologista. Ela ainda alerta que é proibido oferecer frutas cítricas, como limão e laranja, no momento em que as crianças estão tomando sol. Estas frutas queimam a pele e deixam manchas escuras por um longo tempo.

Por Catharina Apolinário

Nenhum comentário no Vilaclub

Comente!

Especiais Vila Mulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza casamento
X
O trabalho de parto de Wanessa Camargo
O trabalho de parto de Wanessa Camargo Veja aqui por vilamulher