Moda das Famosas

Dicas para o banho de sol do bebê

Seg, 03/10/2011 - 11h05

Dicas para o banho de sol do bebê

O banho de sol é muito importante para o desenvolvimento do bebê. O bebê, até os seis meses, deve tomar sol pela manhã, bem cedo, antes das 10h, e no fim da tarde, após as 16h. E você sabe como proceder para o banho de sol do seu bebê ser bom para ele? Vila Filhos dá algumas dicas.

Publicidade

A dermatologista Cristine Carvalho, diretora do CDE - Centro de Dermatologia e Estética, explica sobre o banho de sol do bebê. "Para a produção da vitamina D, apenas 10 minutos de sol já são suficientes para que o corpo produza esta substância em quantidades apropriadas. Não há necessidade de deixar o nenê no sol por muito tempo", explicou.

A dermatologista recomenda que o bebê não fique só de fraldas e, principalmente, sem roupa, durante o banho de sol, pois a pele muito fina do bebê pode queimar facilmente. "O bebê só deve começar a fazer uso de protetores solares, a partir dos seis meses de idade. A recomendação visa prevenir irritações e intoxicação no bebê", alertou.

Após os seis meses, o uso do protetor solar deve ser adotado sempre que a criança estiver exposta ao sol, independentemente da estação do ano. "Os raios UVB que deixam a pele avermelhada e causam a queimadura solar são mais intensos no verão; mas os raios UVA, que podem causar câncer de pele e envelhecimento precoce, são constantes durante todo o ano, daí a necessidade de utilizar o produto o ano todo", destacou a médica.

Para crianças acima de um ano, passe o protetor sempre que ela for realizar uma atividade ao ar livre. "Protetores solares infantis não devem apresentar fragrâncias fortes ou cor. Devem ser dermatologicamente testados e apresentar proteção UVA e UVB. Crianças alérgicas devem usar protetores solares hipoalergênicos", recomendou.

Além de filtro solar é necessário adotar outras medidas para evitar a pele vermelha e as queimaduras após a exposição ao sol. "O kit básico para exposição ao sol, na praia e na piscina, inclui boné, camiseta e guarda-sol (ou ombrelone). É importante evitar longos períodos em locais que refletem a luz do sol, como a água do mar, da piscina e a areia da praia", observou Cristine.


A desidratação precisa ser evitada durante a exposição solar. "Devido ao calor, a pele transpira, eliminando água e sais minerais. Repor líquidos é extremamente importante. Ofereça água, sucos ou água de côco, com freqüência, para evitar diarréia e vômito, sintomas mais comuns da desidratação", recomendou a dermatologista. Ela ainda alerta que é proibido oferecer frutas cítricas, como limão e laranja, no momento em que as crianças estão tomando sol. Estas frutas queimam a pele e deixam manchas escuras por um longo tempo.

Por Catharina Apolinário

Nenhum comentário no Vilaclub

Comente!

Especiais Vila Mulher

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

artesanato bolo de cenoura bolo de chocolate cabelos curtos cortes de cabelo emagrecer enfeites de natal lembrancinhas chá de bebê maquiagem moda verão 2014 orgasmo pensão alimentícia penteados penteados para madrinhas posições de sexo posições sexuais unhas decoradas vestidos