Como ensinar bons hábitos aos filhos

Ter, 17/11/2009 - 15h38

Como ensinar bons hábitos aos filhos

Todo pai sabe que a criança, para aprender, imita as atitudes das pessoas ao seu redor. E, aos poucos, os pequenos vão desenvolvendo os próprios hábitos e personalidades, sejam eles bons ou ruins.

Publicidade

Claro que todo pai sonha com a criança bem-educada. Mas educá-los não é tarefa fácil, requer tempo e disposição. Como então fazê-los entender que boas atitudes devem prevalecer?

A presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia, Quézia Bombonatto, explica que o primeiro passo é começar a ter bons hábitos. "Criança imita o que vê. Então, se ela vê o pai falando ‘obrigado’, essa ação tem eco na atitude do pequeno", explica. "Tudo é imitado, desde higiene até o chegar no horário".

Isso quer dizer que de nada adianta falar que ‘não pode’ se o próprio adulto acaba fazendo algo que não é legal. "Por tudo, os pais são referência, a partir do exemplo que eles dão. Essas atitudes, trabalhadas, formarão o caráter do filho", afirma Quézia, que também é editora do Boletim Psicopedagógico e faz parte do Conselho Editorial da Revista Psicopedagogia.

A terapeuta familiar diz que a postura dos pais precisa ser firme. Se hoje não pode, amanhã também não será diferente. E a regra é válida para todos, pais e filhos. "Hoje você ensina à criança que não pode por o pé na mesa. Amanhã, ela presencia uma situação em que você coloca o pé na mesa, porque está cansado. Isso não pode", afirma.

Partindo para o convívio social, crianças tendem a ser muito sinceras. Tão sinceras que acabam magoando as outras pessoas, ou mesmo, provocando situações desagradáveis. Para resolver isso, Quézia conta que uma boa alternativa é ensinar a chamada "mentira branca". Isso não significa ensinar a mentir e sim que existem outros modos falar, mesmo que não se tenha gostado de algo, sem magoar os outros. "Quando ele recebe um presente e não gostou, não é preciso falar que não gostou, deve agradecer e depois pode achar alguma outra utilidade para o presente, utilizá-lo de outra forma", exemplifica.

Outro ponto importante é dar atenção aos programas que os pimpolhos estão vendo pela televisão. Mesmo sendo desenhos animados, muitos não são didáticos, representam apenas violência e má índole que podem ser copiados pelos pequenos. "Há desenhos como o ‘Ben 10’, por exemplo, em que o personagem é mal-educado, mas todo mundo assiste. O que pode ser feito é ensinar ao filho que o que Bem faz é errado, feio, e não se deve agir da mesma forma". Tirando isso, Quézia conta que aquela história de "o programa a seguir é impróprio para menores" tem que ser levado ao pé da letra. Nada de criança assistindo à novela das oito.

E se, saindo dos olhos protetores dos pais, os pequenos encontrarem coleguinhas da sala de aula que não medem palavras e desrespeitam as professoras? O que fazer? A psicopedagoga ensina: "Mostre ao seu filho que essa companhia não é boa para ele, fale que essa é uma criança que você não gostaria de receber em casa. Os pais devem estar atentos às companhias, escolhendo quem pode estar junto a seus pequenos".


Seguindo esses conselhos, a probabilidade da educação ser ótima é quase total. "Educar é uma atividade para o dia-a-dia, aproveitando cada oportunidade, do bom dia até a hora de dormir". Vale a pena tentar.

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

3 comentários no Vilaclub

Comente!
qwsviwgmqx qwsviwgmqx
Dom, 24/11/2013 - 13h48 - reportar abuso

VilaMulher - Como ensinar bons hábitos aos filhos
uqwsviwgmqx
qwsviwgmqx http://www.g2tlv6j35q351lki6112m4mh7oybr180s.org/
<a href="http://www.g2tlv6j35q351lki6112m4mh7oybr180s.org/">aqwsviwgmqx</a>

responder ao comentário
ANGELA B. DE OLIVEIRA ANGELA B. DE OLIVEIRA
Sex, 27/11/2009 - 09h24 - reportar abuso

Li o artigo e achei muito interessante. Tudo que a Tissiane falou é verdade: os bons hábitos e uma boa educação se aprendem na infância. No livro de Provérbios de Salomão tem um versículo que diz: "ensina a criança no caminho em que deve andar e ainda quando for velho, não se desviará dele." Aliás, o livor bíblico chamado Provérbios, contém inúmeros conselhos não só para criação de filhos mas também para todas as áreas da nossa vida. É bom sempre lembrar-se de que o exemplo fala mais alto do que mil palavras: "AS PALAVRAS CONVECEM...O EXEMPLO, ARRASTA!

responder ao comentário
Ter, 17/11/2009 - 16h45 - reportar abuso

Esses dias meu filho falou uma coisa com uma coleguinha que me deixou muito satisfeita em ouvi-lo...
Tive que levá-lo comigo para escola onde estou fazendo um estágio e quando chegou lá todo mundo na maior conversa e um menino chegou para ele e disse : Você não fala ? Ele respondeu que sim ,e o menino retrucou : achei que você era mudo ...
A outra coleguinha disse :Não , ele fala , só que ele é elegante e não fica conversando .Elegante e educado,completou a coleguinha e meu filho disse :" bastante educado" Saiu tão natural que até parece que eu tinha mandado ele falar , mas foi coisa dele mesmo , achei engraçado até ,pois ele é muito observador e tudo que a gente fala ele leva na integra , então para quem sabe ler ,um pingo é letra , se todos estão bangunçando e conversando em sala de aula , todos são deselegantes e mal educados .A criança percebe tudo ao nosso redor e reproduz isso de alguma maneira .

responder ao comentário

Especiais Vila Mulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas

50 tons de cinza beyoncé 50 tons de cinza casamento
X
Famosos que também são paizões
Famosos que também são paizões Veja aqui por vilamulher