Padronização de medidas das roupas

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Padronização de medidas das roupas

Você prova uma calça 40 e ela fica boa, perfeita. Muda de loja, pede o mesmo número e pluft, parece que seu corpo aumentou dois tamanhos e a calça não passa do quadril. Calma, o seu corpo não mudou de uma loja outra. O problema é a falta de padronização na indústria do vestuário.

Se você não agüenta mais ser vidente de provador - e sempre que precisa provar uma roupa respira fundo, fecha os olhos e pede para aquilo acabar logo, saiba que essa angústia vai acabar. Uma iniciativa promovida pela Associação Brasileira do Vestuário, a Abravest, resultou em uma portaria de normas técnicas para regularizar a festa dos tamanhos.

A norma NBR 13.377, que teve início no ano passado, foi finalizada em 2008 e tem por intuito padronizar o tamanho das peças de roupas comercializadas no Brasil. A norma já está em vigor, mas por não ser obrigatória é seguida apenas por uma pequena parte dos fabricantes de roupas. Roberto Chadad, presidente da Abravest, afirma que a associação está trabalhando duro para que ela seja adotada por todos os fabricantes.

Essa falta de padronização vista no Brasil é conseqüência da inexistência, até agora, de uma diretriz para o tamanho das confecções. “Não havia uma norma padrão e essa só foi concluída em 2008”, reforça Chadad. Segundo ele, muitas grandes empresas já estão dentro da norma. Mas as indústrias menores estão tendo dificuldade em se enquadrar e mudar a costura de seus produtos.

Com a padronização de medidas os consumidores serão beneficiados não apenas por poderem comprar sem precisar adivinhar o tamanho de roupa ideal para seu manequim. As compras on-line, via Internet, também devem aumentar, já que será possível comprar sem ficar na dúvida se a peça escolhida vai servir ou não.

A padronização de medidas é mundialmente conhecida e aplicada em diversos lugares. “Ela vem sendo utilizada há mais de 20 anos nos Estados Unidos, na Europa e no Japão”, conta Chadad. A busca pela medida padrão feita pela Abravest tem tomado proporções internacionais e outros países que também não têm a norma implantada, como Argentina, Paraguai e Uruguai, devem seguir em breve o exemplo brasileiro.

Por Cínthya Dávila (MBPress)

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Comentários

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

bolsasgravidezsexomoda verãosapatosmaquiagempenteadoscustomizaçãosaiasjeanscortes de cabelobiquíniblusaspulseirabolo de cenouramoda gordinha