Imagem de assinatura

O que vestir em casamentos durante o dia

ter, 03/05/2011 - 10h21

O que vestir em casamentos durante o dia

Look - Vestido Vintage e Sapatos Jimmy Choo - Reprodução/Site Looklet

Independente de ser entre nobres ou plebeus, vestir-se para um casamento sempre gera dúvidas - principalmente quando a cerimônia é durante o dia. E, como a "regra" é a mesma para ambos os casos (com algumas adaptações culturais), o casamento real é um belíssimo exemplo para ajudar a esclarecê-las sobre o que usar nessa ocasião.

Ao contrário do costumeiramente praticado aqui no Brasil, o longo não é a melhor opção para convidadas. As madrinhas podem usá-los, especialmente se pedido pela noiva, mas as demais presentes deveriam limitar-se aos comprimentos mais curtos ou, pelo menos, aos longos mais simples, sem detalhes tão elaborados. Preste atenção ao nível de formalidade requerido no convite e lembre-se que casamento é diferente de baile de gala de formatura.

O motivo é claro: não se deve disputar a atenção com a noiva. Evidentemente, vestir-se com o máximo de cuidado possível demonstra a honra que se sente por participar daquele momento, mas isso não significa usar longos cheios de rendas, brilhos, babados e bordados chamativos.

Em casamentos diurnos, o figurino pede mais simplicidade de detalhes ainda, então o ideal é fazer como as senhoras presentes no casamento de William e Catherine e optar por vestidos ou conjuntos na altura do joelho - ou pouco abaixo dele - em materiais de qualidade e caimento impecáveis. Para deixar o vestido mais jovial e interessante, recortes, golas e construções funcionam bem.

Apesar de o preto ser liberado para convidadas em casamentos, durante o dia é mais adequado substituí-lo por neutros mais claros ou cores vivas.

Sapatos tradicionais, como o scarpin visto no pé da maioria das mulheres presentes, continuam sendo a escolha mais segura. Deixe para usar os modelos que estiverem na moda - como open boots, gladiadoras e afins - em eventos informais.

E se na Inglaterra, algumas mulheres, mesmo acostumadas, já pecaram pelo excesso ao escolher o adorno de cabeça, neste caso, o cuidado é redobrado. Chapéus clássicos (usados preferencialmente em locais abertos) ou enfeites mais discretos ajudam a evitar equívocos.


Não se esqueça do mais importante: as peças devem vestir bem, sem limitar a mobilidade. Desconforto transparece e não tem princesa que não perca a elegância quando isso ocorre.

Érica Minchin trabalha com pesquisa, criação e desenvolvimento de produtos em moda e ministra cursos e palestras sobre imagem e tendências. Ela ensina que aparência é a ferramenta de comunicação não-verbal mais poderosa e estimula explorar as melhores maneiras de fazer uso dela. Contato: contato@ericaminchin.com

NENHUM COMENTÁRIO NO VILACLUB

Comente!

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas