Sexo anal sem medo

sex, 10/04/2009 - 13h32

Sexo Anal sem medo

Desde que o vídeo da "aula" em que a ex-BBB Francine dá dicas de como fazer sexo anal caiu na rede, o assunto vem pipocando nas esquinas, nas conversas de bar, na hora do cafezinho. A espontaneidade da menina fez com que muita gente baixasse a guarda para falar sobre o assunto - e se interessasse pela coisa.

Pensando nisso, o Vila Dois foi atrás de uma expert no assunto, a sexóloga Carla Cecarello, também conhecida pelos trabalhos na televisão e vídeos na Internet. Carla trabalha há 20 anos com sexualidade e hoje coordena o projeto Ambsex. Quando o assunto é sexo anal, ela fala com naturalidade. E dá dicas para quem nunca tentou, mas morre de curiosidade. "A mulher precisa comunicar a intenção e deixar claro que nunca fez, mas gostaria de experimentar. E o homem deve agir com delicadeza, para não traumatizar. Ele deve pensar que se fosse ‘no dele’, iria querer com cuidado", afirma, dando a dica para um bom argumento na hora em que parceiro agir de maneira brusca.

A primeira indicação de Carla é sempre usar camisinha. As razões podem parecer óbvias, mas é sempre bom lembrar que a mucosa do ânus é muito sensível e absorve bactérias, infecções e vírus com ainda mais facilidade que a da vagina. O próximo passo depois da segurança é pensar na lubrificação. "Nunca use xilocaína ou vaselina. O ideal é um gel à base de água, como o KY", indica.


Com isso pronto, hora de partir para a ação. Carla explica que o sexo anal jamais deve ser feito pela primeira vez sem que o corpo esteja preparado. E avisa que é preciso "ensinar" o ânus a relaxar. "Na primeira tentativa, o homem deve colocar metade do dedo no ânus da companheira e não se esquecer de estimular o clitóris. Na semana seguinte, pode tentar o dedo inteiro. Depois, pode partir para dois dedos pela metade e então os dois inteiros. Numa outra tentativa, deve iniciar o movimento tira-põe", detalha.

Apenas depois disso é que o pênis entra em ação, mas apenas a glande. "Nada é feito com rapidez. Numa noite o homem coloca a cabeça do pênis. Na outra, o pênis todo, ainda sem mexer. E aí por diante, com muita paciência. É preciso fazer tudo com muito cuidado". É normal que o ânus se contraia, involuntariamente, a qualquer toque. Por isso, as fases são fundamentais até que a mulher se sinta confortável para a prática.

Para que o sexo anal aconteça, é preciso que a intimidade entre o casal seja enorme. Carla não indica que mulheres com problemas de intestino preso, em período de ovulação ou num dia de muitas cólicas façam o sexo anal. "Esse tipo de sexo não faz mal, mas nessas situações pode gerar um incômodo desnecessário".

Ela lembra ainda que o sexo anal não pode ser feito com a mesma freqüência que o sexo vaginal. Uma ou duas vezes por semana é o mais indicado. Outra informação importante é jamais tirar o pênis do ânus e colocar na vagina. "É preciso trocar a camisinha antes de continuar".

A melhor posição para quem nunca fez deve ser a mais confortável possível. "A mulher jamais deve sentar com o ânus no pênis. O impacto é muito grande a dor também. De ladinho ou de joelhos são posições mais indicadas".

Mesmo com tanta informação on-line e nas revistas femininas, o sexo anal ainda é cercado de tabus e estigmas. "A mulher não faz porque acha que a prática é coisa de garota de programa, de prostituta. Mas esquece que o homem adora". E ele gosta porque além da vista espetacular que tem do corpo feminino, fica no controle da situação. Fora isso, o fato de o ânus ser mais apertado que a vagina exerce uma pressão grande sobre o pênis, gerando muito prazer para ele.

Mas para que o prazer seja também seu, é preciso muita estimulação. "O clitóris deve ser manipulado ao mesmo tempo da penetração anal para garantir que os dois alcancem o orgasmo", finaliza Carla. Não ter medo de tentar (e saber que está livre para negar) pode ser o primeiro grande estímulo!

Por Sabrina Passos (MBPress)

59 comentários no Vilaclub

Comente!
claudiosorocabasp
quin, 10/07/2014 - 11h05 - reportar abuso

Moro em sorocaba, tenho rosto bonito, corpo musculoso, sou educado,culto, limpo, carinhoso e tenho local para encontros.Sou experiente na arte do sexo anal. Adoro longas preliminares e demoradas penetrações.Vou comentar aqui sobre o sexo anal. Primeiro, a mulher que nunca fez sexo anal tem que escolher bem o parceiro, para não sair frustrada e/ou machucada.Feito isto, deve saber higienizar-se.No meu caso adoro estimular a parceira, com longos beijos, amassos, e no ponto específico para o sexo anal- o ânus deve ser estimulado inicialmente com toques sutis, para não assustar.Conforme o tesão da parceira aumenta, aumenta-se as carícias no cuzinho, com lambidas, chupadas, esfregando-se o dedo mas sem penetrar.O dedo só será penetrado quando a parceira estiver relaxada, \"piscando\"o cuzinho, gemendo, e isso de forma lenta, gradual, estando bem lubrificado;nada de movimentos bruscos. Adoro ir enfiando o dedo, dou uma parada, sinto o cuzinho piscar, a respiração acelerar, a pele arrepiar, os bicos dos seios ficarem durinhos. Quando perceber que a parceira está tesuda, ansiosa para sentir o prazer anal, começo a esfregar a cabeça do pênis na entradinha anal, gemendo no ouvido toda vez que sentir o cuzinho piscar.Minhas mãos percorrerão os bicos dos seios e analisarei a reação da parceira caso procure o clitóris....chego os dedos perto do clitóris, fico massageando e espero a reação....se a parceira gemer, é sinal de que quer os dedos no clitóris. A partir desse momento a penetração vai depender de uma série de fatores- a primeira delas é como está o cuzinho- o quanto está apertado.Quero conhecer mulher que goste de sexo anal- posso comprar acessórios sexuais específicos para tal prática- tenho tesão por mulher casada. Sou discreto, higiênico e quero sexo sem envolvimento financeiro. Me confie seu cuzinho que a farei sentir prazer, onde gozará com minhas carícias anais. claudiosorocaba@bol.com.br Vem se soltar comigo, em clima de carinho, cumplicidade e aquela dose de safadeza.Beijos na bundinha

responder ao comentário
Dico Silva
sex, 13/06/2014 - 10h45 - reportar abuso

sou casado eu sou louco pra fazer anal, e oral, com minha esposa. mais ela não aceita. se alguma mulher estiver com vontade de me dar este presente meu tim (19) 981792514 eu retribuirei. com carinho. um abraço

responder ao comentário
Dico Silva
sex, 13/06/2014 - 10h07 - reportar abuso

eu tenho tanta vontade de fazer sexo anal. mais a minha esposa não aceita. procuro uma que aceita (19) 981792514 este é meu tim

responder ao comentário
Manuela
qua, 19/02/2014 - 15h54 - reportar abuso

Adoro amo de paixão sexo anal e faço praticamente todos os dias porque tenho orgasmos múltiplos e intensos. Quando comecei, ainda menina, foi complicado mesma estando com o tesão a mil, mas depois, com algumas dicas das colegas, as coisas melhoraram e ficava simplesmente maluca quando o namorado passava as mãos no meu bumbum, apertava me beijava acariciava meus seios ...nossa; batia na hora a maior vontade de ser logo penetrada no ânus sabem? Hoje sou casada e mesma escondidíssima, faço fora de casa assim como muitas amigas que tenho. 0 marido viaja muito a negócios e euzinha ficava \"subindo pelas paredes de azulejo\" até que resolvi parar com essa situação horrível, depois de muitas conversas a respeito com amigas que tmb fazem escondidas. Algumas até dupla penetração já fazem e estou pensando seriamente nisso tmb porque falam maravilhas a respeito e tudo que nos traz prazer, acho, é sempre bem vindo não? Quando menina as colegas falavam que se a gente fizesse bem muito anal, aumentava o tamanho do bumbum, pode? Se o meu aumentar mais vai ficar ridículo rsrsrsrs.

responder ao comentário
Jose Carlos Sabino
ter, 28/01/2014 - 16h43 - reportar abuso

Gostaria de que alguém me orientasse sobre os carinhos feito no anus com a lingua, tenho algumas duvidas, se pode ser feito sem nenhum risco ou tem tomar alguns cuidado para não se contaminar com bactérias, enfim, por favor me respondam. Sabino1931@gmail.com. Obrigado.

responder ao comentário

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

VILACLUB - O conteúdo da rede do Vila Mulher

Top Temas