Especiais > Moda Verão | UNHAS DECORADAS | CABELOS CURTOS | Especial Verão |

Namoro sério?

Namoro sério

Vocês se conhecem há um tempo, estão saindo com frequência, mas lado algum assume o namoro como sério. Pelo menos até ela o convidar para o almoço de domingo ou ele a chamar para o futebol da galera do trabalho.

Mas será que dá para saber quando o namorico virou relação séria? Quais os sinais? O Vila Dois foi perguntar para solteiros e amarrados quais indícios provam que uma relação avançou. E se divertiu com as respostas.

A arquiteta Larissa Araújo Soares, de 29 anos, acha que a coisa toda fica séria quando o parceiro começa a exigir trabalhos domésticos, como lavar as cuecas ou cozinhar em todas as refeições. “A partir de então, a mulher tem que ficar esperta para esse namoro não ficar tão sério (e até sisudo), a ponto de dar em casamento”, opina.

O advogado Ivan Zamoner acha que envolvimento é a palavra-chave de um relacionamento sério. “Mesmo que você esteja se divertindo em outro lugar, com outras pessoas, e no fundo pensar se aquela pessoa especial estivesse junto o mundo seria mais colorido, o lance é sério”, diz.

Sentir que a reciprocidade é verdadeira também significa muito para ele, que tem 26 anos e já namorou sério por três vezes. Para Ivan, o fato de levar a namorada nova na casa dos pais mostra que o homem está investindo na relação. “Os indícios de que uma relação está séria são internos. E então agimos motivados pelo desejo de tornar isso duradouro”, fala. Na hora de listar os sinais, ele diz que aparecer acompanhado com regularidade com a pessoa em público e fazer uma programação juntos de médio prazo também indicam que a coisa está mais séria mesmo! “Os apelidos também mostram que o casal já tem grande intimidade”.

Para o diagramador de André Pereira, de 25 anos, fazer planos para o futuro é prova maior de que a relação ficou oficialmente séria. “Contar datas e ganhar presente de natal ou páscoa da sogra ou avó da pessoa amada também é indício”. Ele, decididamente, namora sério!

Para Susy Pollato, 27 anos, que namorou sério duas vezes na vida, tudo depende do tipo de relacionamento. “O meu primeiro namorado já era amigo da família, então já tinha trazido para casa e nem precisei passar por aquela situação de apresentar para os pais”, conta a fisioterapeuta. O segundo namorado, no entanto, precisou passar pelo questionário da mãe dela, no primeiro jantar ‘em família’. “Depois disso, o namoro ficou sério mesmo”, conta. Para ela, a família se envolver na relação é sinal de que o namoro deixou de ser brincadeira. “Minhas amigas são mais liberais, namoram e nem levam o fulano para casa. Eu acho que isso não é namoro”.

A amiga dela, Rita Santos Souza, de 32 anos, já é casada, mas demorou para assumir o namoro. “Depois que a gente fez a primeira viagem juntos, para o Nordeste, é que passei a considerar a relação séria mesmo. Até você dividir vários dias seguidos o mesmo espaço, não pode dizer que o namoro é super sério”, diz. “É preciso intimidade”.


Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente

 

Especiais VilaMulher

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

casamentoorgasmofeticheorgasmo femininoclitóristraiçãoprazeransiedadesexo analquadrinhos eróticosswingpompoarismovibradorsexo oralkama sutraejaculação femininasexo selvagemtabus sexuaisjogos eróticoscenas de amorbeijo gregoposições sexuais50 tons de cinza