Mulher que sofre com soluços por oito anos procura cura

São cerca de 100 soluços por dia e nenhum diagnóstico. Sua filha mais nova, Emily, nunca conheceu a mãe sem soluçar
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
soluços oito anos

Foto: Reprodução/CatersNewsAgency

Ficar com soluço é bem incômodo e irritante, não é? A sorte é que para a maioria das pessoas, o famoso ataque de soluços dura só alguns minutos. Infelizmente este não é o caso da britânica Lisa Graves. A mulher sofre com soluços diários por incríveis oito anos! O pior de tudo? Nenhum médico consegue encontrar a causa nem a cura para o problema dela.


De acordo a mulher para o jornal britânico Daily Mail, os ataques de soluço começaram em 2008, enquanto Lisa passava pela gestação de sua segunda filha, Emily. A partir dos quatro meses de gravidez, os soluços vieram e não foram embora mais. Os médicos disseram que a reação era causada pela necessidade do corpo da mulher de conseguir oxigênio rápido para o bebê, diagnóstico que fez sentido até a mulher dar à luz.

O que ninguém imaginaria era que os ataques não parariam nunca. Há oito anos Lisa soluça uma vez por hora, hábito que vêm prejudicando sua vida em diversos âmbitos. Prova disso é que há oito anos ela evita lugares silenciosos, românticos e até mesmo cheio de pessoas, como o cinema, por exemplo. "(...)[o soluço] é realmente alto, e soa quase como o grito", disse. "Pela primeira vez eu fui para o bingo com amigos e deixei escapar um soluço. Fui expulsa do jogo, pois eles acharam que eu gritei 'BINGO'. Foi realmente embaraçoso", confessou.

Ainda de acordo com ela, é frequente receber olhares curiosos e de deboche das pessoas. Sua filha nunca a conheceu sem soluçar, além de que seu marido acorda todas as noites por conta do barulho, que não para nem durante o sono.

Lisa já consultou neurologistas e uma diversidade de profissionais, que tentaram, mas não encontraram causas para o barulho. Ela já passou por exames diversos, todos em vão. Hoje, aos 27 anos, ela luta para encontrar a cura para seu problema.

"Quando tive soluços por quatro anos, me lembro de desejar não ter mais. Mal sabia que ainda os teria por mais quatro", disse.

Por Thamirys Teixeira

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

Comente

Assuntos relacionados: Thamirys Teixeira soluço cura
Copyright © 2020 e-Mídia Precisa de ajuda?